Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Tripulação de avião da Chapecoense pediu ajuda desesperada para pousar

A tripulação do avião que transportava a equipa de futebol do Chapecoense do Brasil para a Colômbia pediu desesperadamente ajuda à torre de controle para aterrar devido à falta de combustível e tentou encontrar a pista antes de cair, disse um copiloto de outra aeronave.

O acidente com o avião da Lamia deixou 71 mortos, incluindo jogadores e comissão técnica da Chapecoense, no pior desastre aéreo na Colômbia em mais de duas décadas e o mais grave na história do futebol brasileiro.

“De repente, foi dito ao controlador: solicitamos prioridade para deslocamento à pista, solicitamos prioridade para passar localizador, temos problemas de combustível”, disse Juan Sebastián Upegui, co-piloto de um avião da companhia aérea Avianca que estava próximo de aterrar no momento do acidente.

Upegui, cujo relato a amigos tornou-se viral nas redes sociais, assegurou que outra aeronave tinha declarado uma emergência minutos antes, por isso os controladores do aeroporto José María Córdova não autorizara, imediatamente a manobra de pouso e o avião da Lamia teve que voar em círculos à espera da permissão.

De acordo com o testemunho de Upegui, a tripulação da British Aerospace Avro RJ85 decidiu buscar a pista. “Começaram a descer, foram a toda para baixo. Passou ao nosso lado a toda velocidade. Nós vimos inclusive as luzes do avião quando passou a descer. Quando começou a descer declarou-se em emergência, que tinha problema de combustível”, narrou.

No seu relato dramático, Upegui disse que a tripulação pediu ajuda e relatou outro problema. “Agora temos falha eléctrica total, temos falha eléctrica total, vectores para proceder à pista, ajuda, vectores para proceder à pista… com voz desesperada e ali parou tudo”, foi o desesperado relato do piloto da aeronave acidentada, declarou o copiloto.

Upegui contou que depois que a comunicação foi perdida e o avião da Lamia não respondeu à torre, o controlador de voo perdeu a voz. Ele também disse que ele e os seus colegas de tripulação choraram amargamente.

A Avianca confirmou que o co-piloto integra a companhia, mas que se trata de uma conversa privada que não compromete a empresa.

Noutra gravação divulgada pela mídia local, escuta-se a quem parece ser o piloto da aeronave acidentada reportando à torre que o avião está em “falha eléctrica total, sem combustível” e pedindo os vectores para descida imediata, enquanto o controlador notifica que perderam o sinal de radar.

Uma das hipóteses principais dos investigadores é que o avião ficou sem combustível e que, embora a tripulação tenha pedido prioridade para aterrar, caiu a 17 quilómetros da pista. A aeronave não explodiu ou ficou em chamas.

A equipe da Chapecoense viajava para enfrentar o Atlético Nacional na final da Copa Sul-Americana.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!