Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Tribunal anula eleição de governador três anos após sua posse na Nigéria

O Tribunal de Apelação da Nigéria anulou terça-feira, mais de três anos depois, a eleição do governador do Estado do Delta (sul), Emmanuel Uduaghan, e ordenou a retomada da eleição num prazo de 90 dias. Candidato do Partido Democrático Popular (PDP, no poder), Emmanuel Uduaghan foi declarado eleito governador do Estado do Delta para um mandato de quatro anos, em 2007. Mas esta eleição foi contestada diante dos Tribunais pelo candidato da oposição, Great Ogboru.

O Tribunal de Apelação, que julgou este caso na cidade de Benin, afirmou que a eleição que instalou Uduaghan no posto de governador foi marcada por irregularidades. Trata-se do último revés do PDP, que perdeu um assento há algumas semanas no Estado de Ekiti (sudoeste) a favor do Congresso para a Ação da Nigéria (ACN), após uma decisão do Tribunal de Apelação.

Várias vitórias eleitorais do PDP foram postas em causa por Tribunais desde as eleições gerais de 2007, confirmando que estas eleições foram as piores organizadas na história da Nigéria devido a irregularidades.

A Nigéria está a preparar-se para organizar novas eleições gerais em Abril de 2011.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!