Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Tribunal Administrativo chumba Ana Juliana para o secretariado do Conselho Constitucional

Definitivamente o juiz Presidente do Conselho Constitucional, Luís António Mondlane, poderá sentir-se obrigado a fazer uma volta de 360 graus para anular a decisão que ele próprio tomou (sem anuência dos juízes conselheiros) em nomear Ana Juliana de Sales Lucas e Saute para nova Secretária Geral do Conselho em substituição de Geraldo Saranga que, desde a criação do órgão, vinha assumindo este cargo administrativo. É que, informações a que tivemos acesso já no fecho da presente edição indicam que o Tribunal Administrativo (TA), negou conceder visto a Ana Juliana de Sales Lucas e Saute, negando, desta forma, dar procedência ao pedido elaborado por Luís Mondlane em relação a esta matéria.

De acordo com a informação que nos chegou, a decisão terá sido tomada na tarde da última sexta-feira naquela instituição que zela pela legalidade e controlo dos actos administrativos e a fiscalização da legalidade das despesas públicas. Luís Mondlane, recorde-se, nomeou e empossou, unilateralmente, Ana Juliana de Sales Lucas e Saute mesmo com o posicionamento contra dos seus conselheiros que, desde o início desta novela chamaram atenção para a ilegalidade da decisão do presidente do CC.

Mais tarde veio a informação indicando que afinal o ambiente de crispação entre Geraldo Saranga e o seu chefe já vinha de há algum tempo. De fontes bem informadas no circuito do órgão soubemos que um dos episódios que terá, verdadeiramente, “transbordando o copo” é o facto de Luís António Mondlane ter exigido que Geraldo Saranga, como administrativo do CC, cometesse a ilegalidade de transferir uma dívida individual contraída pelo cidadão Luís Mondlane para as despesas do CC, isso no caso da compra da casa. Mais tarde ainda veio a informação dando conta de gastos verdadeiramente exorbitantes de Luís Mondlane para a compra de bens de utilidade doméstica, além do pagamento de viagens e tratamento médico para o Presidente do CC e sua família.

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!