Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Transporte condiciona início da campanha de vacinação em Nampula

A insuficiência de meios circulantes, está a condicionar o arranque da campanha de vacinação contra Sarampo e suplementação com Vitamina A, ao nível da província de Nampula pois, segundo dados disponíveis, das 143 viaturas necessária, a direcção provincial de saúde conta com apenas 18, o que quer dizer que há um défice de 125 viaturas.

Arlinda Chaquisse, substituta da directora provincial de saúde, explicou que pelo facto, o processo de vacinação das 731.819 crianças contra Sarampo e administração da vitamina A, bem como outras 657.745 que deviam ser desparasitadas com Menbendazol, terá de esperar até ao próximo dia 6 de Junho.

Lembre-se que à escala nacional, a campanha iniciou no dia 23 e o seu término está previsto para hoje, no dia 27 do mês de Maio, o que dizer que Nampula vai arrancar uma semana depois do fim.

Como forma de sossegar a opinião pública, principalmente as mães que ao longo do período em que vigorou a campanha a escala nacional demandavam as diversas unidades sanitárias, Arlinda Chaquisse explicou que Já existe dinheiro, disponibilizado por parceiros internacionais para o aluguer das viaturas em falta.

Segundo ela, este “défice”em meios de transportes, não tem nada a ver com a vinda do chefe do Estado a província de Nampula como se chegou a propalar.

Círculos independentes afirmaram que as viaturas da saúde em Nampula estão envolvidas na preparação da visita presidencial daí o défice apresentado pelas autoridades do sector.

A componente transporte é tida como de vital importância porque, segundo a substituta da directora provincial, uma vez que a nossa rede sanitária, que é constituída por 209 unidades, ainda não cobre a demanda, dai apostarmos imenso nas brigadas móveis que para atingirem as zonas recônditas, precisamos muitos de transporteexplicou.

Em termos de medicamentos, fomos informados que existem 960 mil doses de vacina contra Sarampo, 864 mil cápsulas de vitamina A e 5.755.300 comprimidos de Mebendazol. No que se refere aos recursos humanos, consta que foram criadas 610 equipas, das quais fazem parte 34 supervisores distritais, 1.200 técnicos de saúde, 3 mil mobilizadores comunitários.

No ano passado, a província de Nampula devia vacinar contra Sarampo, administrar a vitamina A e desparasitar 129.003 crianças (na semana de saúde da criança), o que não se conseguiu, tendo sido abrangidos apenas 28.631 petizes, uma situação que ficou a deverse as questões ligadas a insuficiência de meios de transporte uma vez que das 150 viaturas necessárias, foram usadas apenas 77

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!