Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Terror volta a assolar Khongolote no município da Matola

Desde algum tempo, atravessar as ruas de Tinyiko, de Drive In e da Mafureira, no bairro Khongolote, no município da Matola, é um autêntico perigo e atrevimento. Foi por causa desse atrevimento que um cidadão cujo nome omitimos propositadamente para preservar o nome e a honra da viúva violada sexualmente pelos mesmos malfeitores, foi assassinado, na noite do último domingo (22), na Mafureira.

A vítima do abuso sexual está internada num hospital da capital do país. Neste momento, o clima que se vive naquela jurisdição é de medo e insegurança. As famílias receiam que o pior aconteça com os seus membros que estudam à noite ou que por diversas razões regressam do trabalho a altas horas da noite.

Para mostrar a sua fúria e revolta, centenas de residentes daquele bairro marcharam para um posto policial local com o intuito de exigir o reforço da segurança à Polícia. No sábado haverá um encontro entre as autoridades policiais e a população para analisar o problema que está a tirar sono aos munícipes.

Aliás, alguns moradores, visivelmente agastados com o assassinato e violação sexual da mulher do finado, contaram-nos que não passa muito tempo que outras pessoas foram mortas na Mafureira.

Segundo a população, desde a altura em que se falava do “G20” a Polícia e as Forças Armadas de Defesa de Moçambique (FADM) têm estado a patrulhar a zona mas a presença desses elementos não impede que os meliantes protagonizem desmandos e cometam assassinatos.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!