Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Taxistas amotinam defronte da edilidade

Nao falta muito para o mês de Março. Mês que a edilidade de decidiu começar com o agravamento das taxas concernentes ao pagamento de liçencas para taxistas de bicicletas e motociclistas.

E num encontro haviado em Janeiro passado dirigido pelo respectivo preseidente do Conselho Municipal de Quelimane, Pio Augusto Matos, ficou decidido que as taxas de circulação para os fazedores de táxi vão mesmo ser agravadas a partir de 1 de Março, portanto, a partir da próxima segunda-feira.

Como o tempo já corre sem parar, os taxistas de bicicletas não vendo outra saida, foram se amotinar mesmo enfrente do edifício do Conselho Municipal de Quelimane, como forma de pressionar a edilidade a baixar estes valores que na sua óptica são elevados e actualmente a actividade já não é reentável por causa da proliferação de bicicletas.

Sem porta-voz e sem olho de ninguém, os fazedores de táxi iam apenas delineando ideias de como persuadir os responsáveis do Conselho Municipal a mudarem de ideia. Entretanto, até ao fecho desta edição não havia recuo por parte da edilidade, visto segundo aquilo que apuramos, as taxas foram aprovadas pela Assembleia Municipal (AM) e apenas foram anunciadas pelo presidente da edilidade.

Percurso dos taxistas na campanha eleitoral

A actividade de táxi de bicicleta na cidade de Quelimane é feita por gente de todas idades. Por vezes vê-se nas artérias da cidade crianças sem idade apropriada muito menos documentos que lhes autorizam a conduzir, dai que o número de acidentes também tem sido maior na cidade. Toda hora fala-se de atropelamento carrociclista, devido a má circulação do ciclista o que em muitos casos resulta em mortes ou mesmo danos materiais avultados. A escola de condução aberta pela edilidade é pouco frequentada pelos taxistas. Todos querem fazer táxi, mas não olham as normas.

Esta subida de taxas no seio destes transportadores tem em vista por um lado, chamar a consciência dos fazedores no sentido destes olharem pelas normas que são usadas quando se pretende ir a via pública. Pio esqueceu-se daquilo que prometeu na campanha eleitoral O edil de Quelimane, Pio Matos é acusado pelos taxistas como tendo dado costas aos taxistas. Estes dizem que o actual edil que está no poder há mais de uma década, fez de tudo naquela fase de campanha, prometendo melhores estradas, redução de taxas, mas agora tudo é ao contrário.

Os taxistas lembram daquele tempo de campanha, quando Pio Matos queria voto, em que ele, neste caso o edil, até andou de bicicleta e prometeu melhorias, mas agora tudo isso foi água abaixo. Pio foi eleito e as coisas mudaram, lamentam as fontes.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!