Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Taxi-bicicletas e edilidade sentam-se a mesma mesa

Quase que todos apontam os taxistas de bicicletas como sendo os mentores do maior número dos acidentes de viação que ocorrem na cidade de Quelimane e não só. As explicações centram-se pelo facto daqueles fazedores de táxi como não tendo nenhuma aprendizagem das regras de condução e segurança rodoviária.

Uns porque adiquirem as bicicletas e fazem-se a rua para conseguir algum, outros porque até roubamnas e dai a vida continua. Já os taxistas, acusam a edilidade como sendo aquela que tanto lhes prejudica nas suas jornadas diárias. Estes dizem que a força da Polícia Municipal, esconde-se nas esquinas da cidade para estorquir o pouco dinheiro que os taxistas conseguem.

Resultado, aumetam o número de táxis-bicicletas sem licenciamento e também o número de acidente, porque a tendência dos condutores das bicicletas é de conduzir a altas velocidades para que a Polícia não os encontre. Estes pontos, estão na mesma esta segunda-feira em Quelimane, entre esta classe e o Conselho Municipal de Quelimane. O que se espera segundo alguns taxistas que falaram ao DZ é que a edilidade seja mais prudente, visto que os níveis de desemprego são maiores na província e no país em geral, então há que dar algum espaço de manobra.

E mais, estes dizem que ajudam bastante aos munícipes, visto que a cidade de Quelimane, carece de transporte semi-colectivo abrangente. Mesmo assim, os taxistas reconhecem que muitos deles nem sequer tem noção das regras de trânsito, mas dizem não terem soluções da vida, porque roubar não é nada bom. “Estamos cientes dos riscos que passamos, visto que muitos amigos nossos morreram vítimas de atropelamentos”-lamentam as fontes, para depois acrescentarem que “a vida não para, vamos afrente”- concluiram.

Lembre-se que os táxis-bicicletas têm sido o meio mais usado pelos citadinos de Quelimane, visto que os autocarros não satisfazem a demanda existente na cidade. Pior ainda com as condições em que se encontram as estradas de Quelimane, ai sim, as pessoas preferem um táxi-bicicleta.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!