Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Taxa de acesso à energia aumenta 9% até 2014

Com uma contribuição do Banco Mundial (BIRD) em cerca de 80 milhões de dólares norte-americanos, Moçambique deverá aumentar em 9% para 23% a média da África Austral, a sua taxa de acesso da população à energia, até 2014.

Nessa altura, todas as 128 sedes distritais estarão ligadas à rede nacional da empresa pública Electricidade de Moçambique (EDM), incluindo algumas zonas rurais, potencialmente, agrícolas, segundo Nazário Meguigy, director nacional de Estudos e Planificação do Ministério da Energia. O desiderato contará com a participação do sector privado “e será um grande contributo na criação de condições apropriadas para o desenvolvimento de vários projectos socioeconómicos do país, particularmente, a partir das zonas rurais com um elevado potencial em recursos naturais ainda intactos”, realçou Meguigy, falando ao Correio da manhã, na segunda-feira, em Maputo.

No último quinquénio, a taxa de acesso à Energia passou de sete pontos percentuais, em 2004, para 14%, em 2009, segundo ainda o director nacional de Estudos e Planificação do Ministério da Energia, salientando que nessa altura o BIRD contribuiu com cerca de 40 milhões de dólares para o programa de extensão da rede eléctrica para cerca de dois milhões de novos clientes da EDM. Meguigy falava à margem de um encontro de consulta pública à sociedade civil moçambicana para elaboração de uma estratégia de Energia pelo BIRD para Moçambique e mais outros 39 países menos desenvolvidos, a ser aprovada em 2011 pelo Conselho Directivo daquela instituição financeira mundial.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!