Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Tarek Aziz e “Ali Químico” condenados a 15 anos de prisão

Tarek Aziz e

O ex-chanceler e emissário de Saddam Hussein, Tarek Aziz, e Ali Hassan al-Majid, conhecido como “Ali Químico”, foram condenados nesta quarta-feira a 15 anos de prisão por “crimes contra a humanidade” pela responsabilidade na execução de 42 comerciantes iraquianos em 1992.

 

Aziz e Majid, assim como outros seis acusados, foram indiciados pelos assassinatos dos comerciantes de Bagdá e poderiam ter sido condenados à pena de morte.

Os comerciantes mortos haviam sido acusados de extorsão em um período no qual o Iraque estava sob sanções da ONU, impostas após a invasão do Kuwait em 1990.

A decisão desta quarta-feira veio após o veredicto de 2 de março que condenou “Ali Químico”, um meio-irmão de Saddam Hussein, à terceira pena de morte pelo assassinato de muçulmanos xiitas há 10 anos.

No entanto, o tribunal inocentou Aziz, 73 anos, que era o porta-voz do regime de Saddam para o mundo, pelas mesmas acusações de crimes contra a humanidade.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!