Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Taça CAF: poker de Sonito e bis de Josimar apuram Liga Muçulmana de Maputo

A Liga Desportiva Muçulmana de Maputo recebeu, bem, e deu um verdadeiro banho de futebol ao Lobi Stars da Nigéria, em jogo da segunda mão dos 16avos de final da Taça CAF, disputado nesta Sexta-feira (5). Os vencedores da Taça de Moçambique precisavam e marcar quatro golos. Sonito começou a reviravolta, marcou quatro golos, Josimar ajudou com dois golos e Hélder Pelembe fechou a goleada histórica.

Com obrigação de vencer os nossos representantes entraram ao ataque, apoiados pelos milhares de adeptos moçambicanos que lotaram o seu relvado na Matola, mas foram apanhados em contrapé e permitiram que os nigerianos se adiantassem no placar aos 20 minutos, por Chimaobi.

A perderem por 1 a 4, no agregado das duas eliminatórias, e depois de algum desnorte a equipa de Litos assentou o jogo, pôs a bola a rolar e chegou ao primeiro golo por Sonito no minuto 32. O avançado não deixou os nigerianos recuperarem e 5 minutos de pois bisou.

Galvanizados os muçulmanos de Maputo continuaram a pressionar os nigerianos que acusaram os golos e começaram a enervar-se. Sonito continuava endiabrado e arrancou uma grande penalidade que quase levou os jogadores e equipa técnica do Lobi Star a loucura, chegando mesmo a ensaiar um saída do relvado. Calmo Josimar transformou em golo e empatou a eliminatória.

Depois do descanso a Liga, a precisar de apenas um golo para garantir o apuramento, manteve o ritmo atacante e Sonito fez a reviravolta, jogava-se o minuto 66. Endiabrado, quatro minutos depois, o avançado fez o quarto golo da sua conta e o quinto da sua equipa. “É normal, um ponta de lança está para marcar. Apesar do público não acreditar Sonito é Sonito sempre vai marcar” disse humildemente o jovem jogador que pouco depois foi substituído, o treinador quis que ele ouvisse a ovação dos adeptos na bancada.

Com a eliminatória garantida os muçulmanos continuaram a jogar bom futebol. No minuto 82, o pequeno Josimar deixou em frangalhos a defesa nigeriana e bisou. Ainda houve tempo para Hélder Pelembe, no minuto 89, fechar a goleada histórica de uma equipa moçambicana sobre uma equipa nigeriana.

 

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!