Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Taça CAF: Liga Muçulmana recebe marroquinos do Wydad

Após eliminar a equipa nigeriana do Lobi Stars pelo agregado de 8 a 4, a Liga Desportiva Muçulmana de Maputo, única representante de Moçambique nas competições africanas, recebe no próximo domingo (21) o Wydad Casablanca do Marrocos. O jogo é relativo à primeira “mão” dos oitavos-de-final da Taça CAF.

Os muçulmanos querem, nesta fase, continuar a fazer história na prova visto que até momento nenhuma outra equipa moçambicana atingiu os oitavos-de-final. Porém, neste domingo a partir das 15 horas, eles têm um adversário com historial na Taça CAF, vencedor da mesma em 1992, o Wydad Casablanca.

Para Litos Carvalha, treinador principal da Liga Muçulmana, o passado de uma equipa neste tipo de competições ainda que seja um dado relevante, não conta muito visto que um jogo “limpo” é decidido dentro das quatro linhas. Aliás, aquele técnico disse conhecer minimamente o Wydad e a forma como se comporta em noventa minutos.

“Não estamos às escuras pois recolhemos toda a informação possível. Temos, ainda, um filme de um jogo completo que o nosso adversário realizou no sábado passado, obviamente a pensar em nós” disse Litos.

No que diz respeito ao seu conjunto, mesmo ciente da dúvida em volta ao malawiano Joseph que lesionou-se na passada quarta-feira (17), no jogo do Moçambola contra o Ferroviário de Nampula, aquele treinador garantiu que “temos uma equipa de qualidade que vale pelo todo conjunto e esperamos estar à altura no domingo”. “Ganhar em casa é essencial como também sei que os meus jogadores fora de portas são autênticos guerreiros” acrescentou.

“Queremos assumir o jogo”

Ainda na antevisão da partida do próximo domingo, o treinador da Liga Muçulmana, Litos Carvalha, não escondeu a vontade de ver a sua equipa dominadora do primeiro ao último minuto. Para tal, aquele treinador definiu como principal estratégia a posse e a circulação de bola.

Litos pediu, igualmente, ao público moçambicano que aflua massivamente ao campo da Liga Muçulmana, na Matola C, para prestar apoio à sua equipa em nome da moçambicanidade. “Gostaria de ver o público com a mesma atitude no jogo contra os nigerianos. Isso seria benéfico para nós e para o nosso sucesso. Espero ver, também, adeptos de outros clubes do Moçambola no campo” concluiu.

De referir que o jogo da segunda “mão” está marcado para o próximo dia 5 de Junho em Marrocos onde, ao que tudo indica (dependendo do resultado), o jogo será disputado em Marraquexe, local onde o futebol moçambicano não guarda boas memórias.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!