Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Supostos assaltantes ferem dois membros da Polícia e fogem no Niassa

Cinco supostos assaltantes à mão armada feriram, felizmente sem gravidade, dois agentes da Polícia da República de Moçambique (PRM), durante numa operação de impedimento de assalto a uma residência, semana passada, na cidade de Cuamba, província do Niassa.

O crime, perpetrado com recurso a uma arma automática Avtomat Kalashnikov modelo de 1947, vulgo AK-47, ocorreu no bairro do Aeroporto e as vítimas foram socorridas para o Hospital Rural de Cuamba (HRC).

Na tentativa de materializar os seus planos, os presumíveis bandidos, vestidos de fardamento das Forças Armadas de Defesa de Moçambique (FADM), amarraram o guarda da casa assaltada.

A instituição que tem como função garantir a segurança e a ordem públicas e combater infracções à lei tomou conhecimento da situação e despachou para o local alguns membros, dos quais dois foram feridos numa troca de tiros com os meliantes, de acordo com Alves Mate, porta–voz do Comando Provincial da PRM, no Niassa.

Os bandidos, cujo paradeiro era desconhecido até ao fecho desta edição, não se apoderaram de nenhum bem, pois o dono da habitação comunicou a Polícia atempadamente, disse a agente da Lei e Ordem.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!