Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Sul do Iêmen é atingido por explosões de carro e homem-bomba

Um comandante da Força Aérea iemenita morreu na explosão de um carro-bomba no sul do Iêmen na terça-feira, disseram testemunhas e uma fonte da área de segurança, no mais recente de uma série de ataques na instável região sul do Iêmen no meio de nove meses de protestos populares contra o presidente Ali Abdullah Saleh.

Horas depois, um homem-bomba provocou uma explosão na frente de um veículo de patrulha do Exército na cidade portuária de Áden, também no sul do país, ferindo quatro soldados, disseram testemunhas e um funcionário da segurança.

Em Lahej, o carro do comandante Amin al-Shami pegou fogo após ter sido atingido pelo que parecia ser um carro-bomba depois de deixar uma base aérea na província de Lahej, disseram testemunhas à Reuters. Uma fonte da segurança afirmou que duas pessoas que dirigiam o veículo sobreviveram ao ataque. Ele também contou que a polícia descobriu uma fábrica de bombas na cidade de Áden e prendeu uma pessoa. “Ainda estamos a procura uma série de suspeitos, incluindo um saudita. Esse é o grupo que explodiu o posto policial de Al-Qawla (em Áden) no sábado e tentou assassinar o ministro da Defesa em Áden no mês passado”, afirmou a fonte.

Áden, situada a leste de um estratégico estreito para a navegação por onde passam cerca de 3 milhões de barris de petróleo diariamente, está há três meses sob uma forte operação de segurança. A província vizinha de Abyan mergulhou no caos depois que militantes supostamente ligados à Al Qaeda terem tomado cidades da região costeira há alguns meses.

No poder há 33 anos, o presidente Ali Abdullah Saleh tem se mantido no cargo mesmo com os protestos, que paralisam porções do país, e com a violência que atinge outras regiões.

Testemunhas que viram o homem-bomba em Áden na terça-feira afirmaram que ele era jovem e saiu de um carro para se aproximar da patrulha do Exército. No entanto, apenas ele morreu no ataque. “Ele apertou um mecanismo dentro de sua camisa e se explodiu”, disse um morador. “A explosão fez tremer as casas próximas e quebrou janelas.” Além de sofrer vários ataques contra alvos da segurança, Áden também tem recebido dezenas de milhares de migrantes da província de Abyan, onde o Exército iemenita ainda luta para reconquistar o território perdido para militantes.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!