Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Suécia vai desembolsar 720 milhões de coroas para apoio directo ao Orçamento do Estado

O governo da Suécia vai desembolsar 720 milhões de coroas (equivalente a cerca de 109 milhões de dólares ao câmbio corrente), para o apoio directo ao Orçamento do Estado (OE) de Moçambique para o período 2014 e 2015.

Para o efeito, foi assinado, em Maputo, um acordo entre o governo moçambicano, representado pelo Vice-ministro dos Negócios Estrangeiros e Cooperação, Henrique Banze, e a embaixadora da Suécia, em Moçambique, Ulla Andrén.

Deste montante, 47,7 milhões de dólares serão ca- nalizados ao apoio do OE do ano em curso e o remanescente para 2015. A Suécia tem apoiado o OE de Moçambique desde 1979.

Falando momentos depois da assinatura do acordo, Banze disse que o acto constitui uma valiosa contribuição nos compromissos do governo moçambicano “o apoio da Suécia tem contribuído para implementação dos programas do governo.”

“Os moçambicanos têm tido um envolvimento directo e activo para garantir que Moçambique de hoje seja melhor que o de ontem, e esse envolvimento tem sido complementando pela contribuição de parceiros de cooperação que abraçaram a causa dos moçambicanos do combate a pobreza”, disse.

Referiu que esta é uma contribuição dos suecos para a melhoria das condições de vida dos moçambicanos. Para o vice-ministro a assinatura do acordo surge numa altura em que a cooperação entre Moçambique e Suécia regista progressos assinaláveis.

“O governo de Moçambique aposta igualmente num incremento dos recursos internos que financiam o Orçamento do Estado pela via do alargamento da base tributária e eficiência da máquina tributária através de uma maior socialização dos conceitos e ideias a nível de todos os interveniente do país”, afirmou.

Por seu turno, Andrén disse que a Suécia vai desembolsar este valor porque acredita na determinação do governo moçambicano em continuar com as reformas para reduzir a pobreza e fortalecer a governação democrática. “O apoio geral do orçamento tem contribuído para resultados importantes, sobretudo no sector sociais e de finanças públicas.”

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!