Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Sudão e Sudão do Sul retomam negociações sobre questões pós-secessão

O Sudão e Sudão do Sul devem retomar as negociações suspensas no início de Junho para tentar resolver os pontos de desacordo entre eles na sequência da independência do segundo em 2011.

De acordo com a agência oficial sudanesa (SUNA), o chefe do Painel de Alto Nível da União Africana (AUHIP), o ex-Presidente sul-africano Thabo Mbeki dirigiu convites oficiais às partes em conflitos para retomarem as negociações em Addis Abeba, na Etiópia, a 19 de Junho corrente.

As duas partes deixaram Addis Abeba a 08 de Junho na sequência do fracasso das negociações sobre a delimitação das fronteiras e o mapa que deviam ser adoptados para identificar as zonas desmilitarizadas, entre outros.

Os dois territórios atribuiram-se mutuamente a responsabilidade do fracasso destas negociações, de acordo com a fonte.

O Sudão-Sul indicou que o Sudão (Norte) insistia em priorizar as questões de segurança em detrimento de questões económicas e políticas.

Por sua vez, o Sudão sublinhou que as questões de segurança não eram uma condição prévia mas uma questão prévia, acusando ao mesmo tempo o Sudão Sul de ter apresentado um mapa que anexava vastas zonas que lhe pertencem.

O ministro sudanês dos Negócios Estrangeiros, Al-Obeid Murawah disse à SUNA que as negociações deviam começar a 19 de Junho a nível da Comissão das Fronteiras Comuns para se debruçar sobre assuntos apresentados às duas partes antes de submeter as suas observações e recomendações aos Governos dos dois países. ments des deux pays.

Ele anunciou que as negociações a nível da Comissão mista sobre os assuntos políticos, militares e de segurança deviam começar a 21 de Junho.

A União Africana repartiu os pontos de desacordo entre os dois países em três rubricas, designadamente as questões fronteiriças, as políticas e as de segurança e a questão de Abyei, zona controversa entre os dois territórios.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!