Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Sizaquel – Uma vóz que já se afirmou

Sizaquel - Uma vóz que já se afirmou

Sizaquel Matlhombe, é uma jovem moçambicana, dona de uma das mais invejáveis vozes da música ligeira moçambicana, está a preparar o seu segundo álbum depois do sucesso “Tivhoneleny”, seu disco de estreia, lançado em 2006.

Sizaquel não disse ao @ Verdade como se chamará o seu próximo trabalho, entretanto garantiu-nos que será um trabalho de qualidade, posto que está a trabalhar, com uma das melhores bandas do país. Diz ainda que o CD comportará entre 10 a 12 temas, ao contrário do primeiro trabalho que só teve oito. “Não posso revelar o título do próximo trabalho, mas nele poderão ouvir músicas de variados estilos, desde a marrabenta, o soul, a passada até ao afro, sendo este úlitmo o estilo que me caracteriza”, referiu.

Actualmente encontra-se a promover as músicas que farão parte do seu segundo trabalho discográfi co que inclui o sucesso “Nikazalile”, tema vencedor do prémio Melhor Canção no Top N’goma 2007.

A cantora divide os vocais do Kapa Dechê com Tony Django e vezes sem conta tem emprestado a sua vóz ao Grupo RM (Rádio Moçambique). No entanto, segredou-nos que os Kapa Dechê, aparentemente desaparecidos da arena musical, estão igualmente a trabalhar na gravação de mais um álbum.

Sizaquel revelou ao @ Verdade que já vive maritalmente há três anos e é mãe. Mas ser cantora, esposa e mãe, não é fácil e grande parte das cantoras do nosso país, têm se debatido com certas difi culdades para dar a continuidade à sua carreira musical quando se casam.

Questionámos a Sizaquel se à semelhança de outras cantoras tem enfrentado difi culdades, ao que nos respondeu: “o meu marido sabe que eu sou cantora e que escolhi esta vida, mas, mesmo assim, os ciúmes fazem a nossa união. Por outro lado, considero-me uma mulher feliz pois o meu parceiro tem na medida do possível me acompanhado aos concertos”, revelou Sizaquel, para depois acrescentar que “o meu marido considera-me a melhor cantora de Moçambique”.

Sizaquel sonha ter um estúdio de gravação de música e ser reconhecida internacionalmente pelo seu trabalho, “na arena musical gostaria de levar a música tradicional além-fronteiras, e pessoalmente gostaria de ter boas condições de vida, embora isso seja difícil para os músicos”, disse.

Sizaquel Matlhombe nasceu a 2 de Outubro de 1979, na província de Nampula. Aos 17 anos de idade, viaja com os pais para a província de Tete, onde foi descoberta por um cozinheiro do Restaurante Zambeze, onde cantava nas noites. De acordo com o que contou-nos, o cozinheiro reconheceu o seu talento e decidiu apresentá-la ao proprietário, o patrão gostou das músicas interpretadas, embora a menina Sizaquel não fosse autora das mesmas, mas de cantoras consagradas como a Witney Houston, Mingas, Marie Cary, entre outras.

Em 2004 concorre para o programa televisivo de novos talentos denominado Fantasia, onde conseguiu sair com o primeiro prémio. Logo, foi convidada para integrar na banda Kapa-Dechê, onde até hoje se encontra.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!