Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Síndrome respiratória mata mais 2 pessoas na Arábia Saudita

Mais duas pessoas morreram da síndrome respiratória MERS (sigla em inglês para síndrome respiratória do Oriente Médio), segundo o Ministério da Saúde da Arábia Saudita, elevando para 38 o número de mortes causadas pela doença no país, às vésperas do Ramadão.

Uma criança de dois anos morreu em Jeddah, e um homem de 53 anos morreu no leste, onde se concentra o surto da doença, segundo comunicado do ministério divulgado pela internet. Quatro pessoas morreram fora do país.

O ministério declarou que outras três pessoas estão com diagnóstico confirmado da síndrome, subindo para 65 o número de casos confirmados. Na sexta-feira, a Organização Mundial da Saúde (OMS) afirmou que a síndrome, que pode causar febre, tosse e pneumonia, ainda não alcançou o potencial pandêmico e pode simplesmente desaparecer.

O Ramadão, mês de jejum do islamismo, está programado para começar na Arábia Saudita na noite de segunda-feira e é tradicionalmente um período em que centenas de milhares de muçulmanos visitam Meca. Para a principal peregrinação a Meca, que ocorre em outubro, são esperados milhões de pessoas.

No entanto, as autoridades estão a reduzir os vistos neste ano, por razões de segurança, já que há obras no local.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!