Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

SIDA matou 186 pessoas nos últimos nove meses em Nampula

Cerca de 186 pessoas perderam a vida, vítimas do VIH/SIDA nos últimos nove meses, em regime de internamento, no Hospital Central de Nampula, a maior unidade sanitária a nível das províncias de Nampula, Cabo-Delgado e Niassa, norte de Moçambique. De acordo com uma fonte de Saúde, de Janeiro a Setembro, foram notificados naquela unidade hospitalar um total de 712 casos de Síndroma de Imunodeficiência Adquirida, número considerado preocupante pelas autoridades governamentais.

Em Nampula, o aumento progressivo de casos de VIHV/SIDA resulta, em grande medida, da inobservância dos cuidados mais elementares de prevenção, por parte de algumas famílias, conforme explicou Ernesto Afonso Guarda, quadro sénior de Saúde, afecto ao Hospital Central de Nampula.

A falta de activistas para a promoção dos cuidados primários de saúde em determinadas zonas residenciais é apontada como outras causas de propagação daquela enfermidade. Para Ernesto Guarda, muitas pessoas perdem a vida porque acorrem tardiamente às unidades sanitárias e, nalguns casos, em estado grave.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!