Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Serena Williams derrota a irmã e vence pela terceira vez em Wimbledon

Serena Williams conquistou este sábado o torneio feminino de Wimbledon por 7-6 (7/3) e 6-2 ao derrotar a irmã mais velha, Venus Williams, atual campeã. “É maravilhoso, tenho a impressão de ter tirado o troféu de Venus, é ela que sempre vence”, comemorou a mais nova das Williams.

É o terceiro troféu de Serena na relva sagrada do All England Club, depois das vitórias de 2002 e 2003. Além disso, é seu segundo Grand Slam do ano, depois de ser campeã na Austrália em janeiro, e o 11º título de Grand Slam de sua carreira.

Venus, por sua vez, perdeu a oportunidade de se igualar em número de campeonatos à lendária tenista americana Billie Jean King. Ela era considerada a favorita ao título, que conquistou em 2007 e 2008, por ter perdido apenas 20 games em todo o torneio este ano.

A final deste sábado foi a quarta decisão de Wimbledon entre Serena e Venus – a oitava em Grand Slams. Das 21 vezes em que se enfrentaram no circuito profissional, a caçula venceu 11 vezes, contra 10 da irmã mais velha. Em 2008, o torneio feminino de Wimbledon também foi decidido entre as irmãs Williams, mas Venus acabou levando o troféu. Venus chegou com facilidade à final, derrotando em apenas 51 minutos a russa Dinara Safina, atual número um do mundo. Serena, por sua vez, chegou a salvar um match point contra a russa Elena Dementieva na semifinal de quinta-feira, que se extendeu por mais de duas horas e meia.

Este sábado, a americana também conseguiu se recuperar de um match point contra a irmã, tornando-se a segunda tenista em Wimbledon a fazê-lo na final – a primeira foi justamente, Venus, em 2005. O jogo teve um primeiro set acirrado, sem quebras de serviço, decidido em um tie-break nervoso.

Venus teve algumas oportunidades de ficar à frente da irmã no marcador, mas não aproveitou. Serena, por sua vez, foi aumentando a qualidade de seu tênis ao longo da partida, escapando das direitas fatais de Venus e se impondo sobre seu favoritismo.

A mais nova das Williams também apresentou um serviço mais eficiente, com 12 aces contra apenas dois da irmã, que com uma dupla falta ofereceu de presente uma quebra de saque crucial no segundo set para a adversária. Serena também emplacou mais winners, com 71 contra 53 de Venus. “Joguei bem, respondi a todas hoje. Foi ela que jogou um tênis melhor”, reconheceu Venus depois da derrota. “Serena quase foi eliminada nas semifinais. Hoje, ela não era a favorita, mas isso não importa. Ela acreditou em suas chances e venceu”.

O resultado faz justiça à trajetória de Serena Williams, considerada uma tenista mais completa que a irmã, apesar desta ostentar mais títulos. Ao contrário de Venus, que se especializou em quadras rápidas, a caçula da família acumula títulos de Grand Slam em todas as superfícies. Apesar do título, Serena continuará sendo a número dois do ranking mundial da WTA, atrás de Safina – derrotada por sua irmã nas semifinais por 6-1, 6-0. “Acho que Dinara fez o que tinha que fazer para ser a número um: ganhou em Roma e Madri!”, ironizou a nova campeã de Wimbledon, alfinetando a russa ao dizer que prefere ganhar Grand Slams do que ocupar o topo do ranking.

Nos bastidores, Safina é chamada de “rainha sem coroa”, por ter chegado a número um sem jamais ter conquistado nenhum dos ‘quatro grandes’.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!