Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Senhor de guerra na RD Congo condenado à pena de morte

Gédéon Mutang, senhor de guerra e ex-chefe do movimento insurrecional Maï Maï, no sudeste da República Democrática do Congo (RDC), foi condenado à pena de morte pelo Tribunal Militar da província de Katanga (extremo sudeste), anunciou em Kinshasa o porta-voz da Missão da Organização das Nações Unidas para a Estabilização da República Democrática do Congo, (MONUSCO), Madnodje Mounoubai.

Os seus 26 co-acusados foram condenados a penas que variam entre sete e 15 anos de prisão e a pena capital, de acordo com Mounoubai. O Tribunal Militar de Katanga, em Lubumbashi capital da referida província, confirmou, após recurso, esta condenação, e condenou ao mesmo tempo o Estado congolês por causa da sua cumplicidade com os réus ao pagamento às multas a favor das vítimas.

Gédéon e os seus co-acusados foram condenados pelo Tribunal Militar do Leste da RDC, a 5 de Março de 2009, a penas capitais por crimes contra humanidade, crimes de guerra, movimento insurrecional e terrorismo, comitidos de Fevereiro de 2004 a Maio de 2006 no sudeste da RDC.

Segundo a fonte, o condenado não fez nenhuma declaração à imprensa em relação à sentença pronunciada contra ele. A pena de morte continua vigente na Constituição da RDC e um projeto de lei para a sua abolição foi rejeitado pelo Parlamento.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!