Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

SELO: Qual é o problema de uma mulher aprender a arranjar o seu telhado?* – Por Yanda Sumbana

Gostaria só de dar uma opinião sobre o artigo do Franquelino Basso. Pelo artigo que li, até parece-me que o senhor Basso está a sofrer um certo tipo de discriminação de género no seu trabalho e não sabe o que é feminismo, mas concordo com uma certa parte do seu artigo. Infelizmente, certas mulheres (principalmente africanas) não entendem o que é ser feminista.

Ser feminista não é ser uma mulher com o mesmo comportamento ou que faz as mesmas coisas que os homens, mas, sim, uma mulher que conhece os seus direitos como mulher/ser humano e que luta pela igualdade de género.

A minha questão para si (senhor Basso) é, porque que não ensinamos aos homens a ser mais feministas do que machistas? Porque que não ensinamos tanto as meninas como os homens que, apesar das nossas diferenças biológicas, somos todos humanos e devemos ser tratados da mesma forma? Este problema não sobre é feminismo ou machismo, mas sobre como educamos e somos educados.

Infelizmente, o homem logo que nasce é entregue um carro em vez de um kit de cozinha para brincar. Mas o que há de errado com um rapaz brincar com uma boneca? Mas não há problema em ver uma menina a brincar com um carro. Qual é o problema de uma mulher aprender a arranjar o seu telhado? Será que o senhor não pode ficar em casa a cuidar das crianças enquanto a mulher trabalha?

Por isso, digo o problema não é a igualdade de género, mas como as pessoas são educadas. A mulher é ensinada, desde pequena, que deve ser submissa e que o homem é que esta acima de tudo. Aconselho-lhe a ler um livro muito pequeno, mas com muito útil, intitulado “Todos Devemos Ser Feministas”, escrito por Chimamanda Ngozi Adichie.

É sempre bom informar-se/ler/investigar, faça artigos como estes com base em estatísticas, factos reais e opiniões variadas e não a sua opinião pessoal, pois o seu artigo foi muito infeliz. Deixou-me muito triste, uma mulher feminista, ler o seu artigo.

Por Yanda Sumbana

* Título da responsabilidade do @Verdade

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!