Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

SELO: Comentando a publicação do @Verdade – Por Wilson Nicaquela

Li uma publicação online, via Facebook do Jornal @Verdade, no dia 07/06/2016, escrita por um cidadão, que questiona a qualidade do ensino à distância na Universidade Católica de Moçambique (UCM) em Nampula.

Não sou especialista no assunto, mas gostaria de tecer a minha opinião em torno do que se disse. Não quero parar no tempo, mas existiram docentes licenciados em quase todas universidades que orgulhavam a docência e colocavam em causa a qualidade de alguns professores com o nível de mestrado.

Nessa altura, não se colocava em causa ou pouco se questionava a qualidade do ensino superior no país. Eventualmente, não existiam os professores qualificados que hoje problematizam a questão.

Onde anda a supervisão/inspecção no ensino superior? Quantas “UCM’s” proliferam no país e nada lhes acontece? Não estou contra nem a favor do que instituições como esta fazem. Mas será que há um dirigente que sabe da existência de universidades que funcionam em restaurantes.

Há quem sabe que existe uma universidade que dá a um estudante dois exames diferentes para o mesmo dia e à mesma hora? E desses exames um normal e o outro de recorrência, para entregar os dois resolvidos na mesma hora. Há quem sabe disso também?

Mas onde está o problema, se desse tipo de formação saem os alunos “excepcionais”? Por acaso, temos em Moçambique padrões de avaliação da qualidade no ensino superior? Ou o padrão são os acrónimos das instituições de ensino a este nível académico é o número de graduados?

Por Wilson Nicaquela

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!