Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Seis pessoas detidas por crimes rituais no Congo

Seis pessoas, entre as quais o presidente da Câmara de Ouesso, capital do Departamento de Sangha, no norte do Congo, Siméon Mobondé, acabam de ser detidas por crimes rituais cometidos em 2011, anunciou, Segunda-feira (27), uma fonte polícial.

“Os assassinatos visavam, nomeadamente, as mulheres que íam sozinhas para os campos”, precisou a Polícia que identificou pelo menos cerca de dez vítimas, entre as quais três gravamente feridas, que conseguiram escapar aos seus agressores.

Um jovem autóctono considerado como o principal autor presumível dos crimes rituais, gravemente ferido no braço, por bala, durante a sua interpelação, baixou num hospital de Brazzaville.

Os autores destes crimes deviam entregar a um feiticeiro vinho tinto, carne e sangue humanos, segundo a Polícia.

Em Ouesso, as populações suspeitavam, há meses, decisores públicos de estar atrás deste fenómeno de assassinatos, tendo em conta o seu laxismo face a esta criminalidade, que está na origem dum ambiente de insegurança no distrito.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!