Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Seis maurícios provenientes da Serra Leoa em quarentena

Seis cidadãos maurícios provenientes, esta segunda-feira (1), da Serra Leoa, país onde foi registada a epidemia do ébola, foram colocados sob observação pelas autoridades sanitárias à sua chegada ao aeroporto internacional da ilha em Plaisance, no sul do país, constatou-se no local.

Os seis passageiros foram acolhidos por médicos e inspectores sanitários que os verificaram antes de os conduzir para o hospital de Souillac, perto do aeroporto, para um teste de sangue.

O director dos Serviços da Saúde, Teelochun Nundlall, declarou ter feito uma primeira avaliação destes passageiros para saber se eles estiveram expostos directa ou indirectamente ao vírus do Ébola na Serra Leoa.

Ele indicou que mesmo se os resultados dos testes forem negativos estes passageiros serão controlados nas suas casas. «Estas medidas fazem parte do plano de controlo dos viajantes provenientes dos países de riscos e não devem provocar reacções de estigmatização contra eles», disse.

Segundo o último balanço da Organização Mundial da Saúde (OMS), cerca de 1.550 pessoas morreram desde o início da epidemia em quatro países da África Ocidental (Guiné Conacri, Libéria, Serra Leoa e Nigéria) e 3.069 pessoas foram contaminadas.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!