Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Sector de estradas em Moçambique mergulhado em dívidas

Ascende a cerca de 554,3 milhões de meticais o valor da dívida contraída junto da banca comercial moçambicana pelo sector das Estradas para suprir défices de tesouraria. A dívida engloba despesas com pagamento de retenções dos projectos concluídos e dos empréstimos contraídos e representa um peso de 0,95% sobre o orçamento total do sector para 2011, segundo a Administração Nacional de Estradas (ANE).

A dívida compreende 460,9 milhões de meticais de despesas internas e 93,4 milhões de meticais para despesas externas, de acordo ainda com a ANE, enfatizando que daquele montante em dívida cerca de 296,4 milhões de meticais referem-se à amortização do serviço da dívida com a banca comercial moçambicana.

Acordo com Portugal

Entretanto, um acordo para a implementação de projectos de asfaltagem de estradas e construção de pontes foi assinado no exercício económico de 2011, entre os governos moçambicano e português.

As despesas totais previstas para estes projectos são de 14,4 milhões de meticais e representam um peso de 45% da previsão orçamental do sector das Estradas para 2012.

Refira-se que o valor da dívida à banca e o acordo com Portugal constam de uma informação-balanço do desempenho do sector das Estradas registado ao longo do primeiro semestre de 2011 apresentado na última quarta-feira, no Maputo, ao Ministério das Obras Públicas e Habitação e a parceiros externos de cooperação naquela área.

O encontro concluiu que os constantes agravamentos dos preços dos combustíveis e do material de construção estão na origem da passagem para 2012 de 18 projectos de reabilitação e/ou construção de estradas e pontes aprovados para o presente ano de 2011.

O embargo que se regista surge também pelo atraso dos parceiros externos nos desembolsos de valores prometidos a Moçambique.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!