Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Saúde necessita de 20 mil técnicos

A Saúde precisa de cerca de 20 mil técnicos para cobrir o défice de pessoal no sector no país,actualmente estimado em cerca de 33 mil técnicos. Ivo Garrido, ministro da Saúde,que revelou o facto recentemente em Nampula, ajuntou que,para cobrir o défice, serão necessários cerca de 20 anos de formação contínua de pessoal técnico do sector.

Acrescentou que,com o actual efectivo de técnicos de saúde,o país enfrentará dificuldades acrescidas para garantir assistência sanitária com a qualidade recomendada pelos organismos internacionais do sector, tendo em conta o universo populacional estimado em cerca de vinte milhões de habitantes.

O sector da saúde precisa de reforçar os seus efectivos em todas áreas médicas, com particular enfoque para os laboratórios, dada a necessidade premente de diagnosticar o comportamento das doenças endémicas como a malária, que constitui a principal causa de absentismo e de mortalidade nas unidades sanitárias do país, assim como de medicina preventiva, saúde materno-infantil e farmácia. Ivo Garrido lembrou que a formação e o período de estágio de um médico dura, no mínimo, cinco anos até que esteja apto para prestar assistência às populações.

Por isso, considera necessário. no contexto de formação por aquele ramo de actividade, promover o interesse na classe jovem para se atingir um número que satisfaça as necessidades que o país tem, neste momento, e que se vai manter nos próximos tempos. Actualmente o país conta com uma rede sanitária composta por cerca de Mil e 300 unidades, entre hospitais central, geral, rural, distrital, centros e postos de saúde.

Segundo o titular da pasta da Saúde, para garantir que o país tenha uma população saudável é preciso complementar a acção de formação do seu pessoal da área médica no geral à componente de construção de novas unidades sanitárias, no quadro do programa que o governo vem implementando para o alargamento da rede.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!