Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Salimo Abdula acusado de estar a viciar eleições internas no CTA

O actual presidente da Confederação Moçambicana das Associações Económicas (CTA), Salimo Abdula, está a ser acusado de tentar viciar as eleições internas que visam eleger um novo elenco directivo na instituição.

Segundo o jornal electrónico Canalmoz Salimo Abdula, empresário proeminente no país e com negócios associados ao Presidente da República, Armando Guebuza, é acusado de estar a promover a candidatura do actual presidente de Mesa da Assembleia-Geral, Rogério Manuel, para as eleições estão agendadas para Junho próximo, e assim continuar a controlar a CTA.

O Canalmoz avança que nos corredores vários empresários queixam-se de que Salimo Abdula pretende que o actual presidente da Assembleia de Mesa seja o seu substituto na presidência da CTA, para poder continuar a exercer a influência na organização. Fontes empresariais contam que Salimo Abdula alega ter planos de actividades ainda por executar dentro da CTA, daí que não pretende perder o controlo da organização, ainda que seja por influência exercida sobre o futuro presidente da confederação. Salimo Abdula é presidente da CTA há seis anos, correspondentes a dois mandatos.

Contactado pelo Canalmoz para reagir a explicar o que está a suceder no seio da CTA, Salimo Abdula começou por reafirmar que não quer continuar na presidência da CTA. Mais: disse que fez o anúncio público de que não se recandidatava para mais um mandato, há um ano. “Não seria agora que iria querer permanecer na CTA”, concluiu o empresário falando ao Canalmoz.

Entretanto Salimo Abdula admitiu que o actual presidente de Mesa da Assembleia da confederação, Rogério Manuel, é “o único colega que já manifestou interesse de se candidatar à presidência da CTA”. Rogério Manuel é um empresário da área de transportes rodoviários e presidente da Federação Moçambicana das Associações dos Transportes Rodoviários (FEMATRO) e da Associação de Transportes Rodoviários de Maputo (ATROMAP).

Apesar de afirmar que não pretende manter na direcção da CTA, Salimo Abdula disse ao Canalmoz que caso seja convidado para ocupar o cargo de presidente de Mesa da Assembleia-Geral poderá aceitar. A ser o caso, Salimo e Rogério Manuel trocarão de pelouros. “Tal como eu convidei o Dr. Manuel e aceitou, se ele for a ganhar as eleições e me convidar para presidente de Mesa da Assembleia-Geral posso aceitar. Este é um cargo de duração anual e não vejo nenhum problema nisso”, disse Salimo ao Canalmoz.

Quanto às acusações de que pretende manter-se na direcção da CTA à força, Salimo desvalorizou a questão. “Isto não é política, são coisas técnicas”, afirmou.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!