Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Salários em Moçambique são os mais baixos da região

Os trabalhadores moçambicanos são os que recebem os salários mais baixos na Comunidade de Países para o Desenvolvimento da África Austral (SADC), revela uma sondagem sobre tendências salariais na região, realizada pela consultora multinacional Price Water House Coopers.

O estudo diz que, em Moçambique, um gestor de topo recebe, em média, por ano, 150 mil dólares, enquanto, na África do Sul, aufere 400 mil dólares, mais do dobro do que em Moçambique.

O “Remuneration Trends Report – Southern Africa” (Relatório sobre as Tendências de Remuneração na África Austral), publicado em Agosto do ano passado, conclui que Moçambique tem o pacote total anual (que inclui o salário e outros subsídios) mais baixo da região, para todos os níveis de trabalhadores das empresas.

A questão da prevalência de salários baixos em Moçambique penaliza os trabalhadores, mas é uma vantagem do país na região em termos de atracção de investimentos, aponta o estudo.

O relatório relaciona, ainda, o pacote salarial mais baixo da região com o facto de Moçambique ter rendimentos empresariais muito baixos, para além do custo de vida não ser muito alto em Moçambique se comparado com outros países da região Austral de África.

A África do Sul é de longe o país cujas empresas melhor pagam aos seus trabalhadores na região, por isso tem muita mão-de-obra estrangeira. Os imigrantes, na África do Sul, além do emprego fácil, são atraídos pelas altas remunerações.

A sondagem foi feita em sete países da SADC, nomeadamente Moçambique, África do Sul, Zimbabwe, Botswana, Namíbia, Zâmbia e Malawi, tendo tomado em consideração os salários recebidos por todas as categorias de trabalhadores das empresas envolvidas, desde os funcionários da base até aos gestores das médias e grandes empresas.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!