Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Rússia propõe resolução para estender a missão da ONU na Síria

A Rússia circulou entre os membros do Conselho de Segurança da ONU um esboço de resolução para estender a missão da Organização das Nações Unidas (ONU) na Síria por três meses, para que possa mudar o foco da actual observação duma trégua inexistente para a busca por uma solução política para o conflito.

O conselho, bastante dividido, deve decidir o futuro da missão, conhecida como UNSMIS, antes de 20 de Julho, quando termina o mandato inicial de 90 dias.

O enviado internacional de paz Kofi Annan deve apresentar ao conselho as suas visões sobre a situação na Síria, esta Quarta-feira (11).

As forças do presidente sírio, Bashar al-Assad, já mataram mais de 15 mil pessoas desde o início da repressão violenta aos protestos por democracia que começaram em Março de 2011, segundo alguns líderes ocidentais.

O governo de Damasco diz que os rebeldes, que lutam com apoio de desertores do Exército, mataram milhares de homens das forças do governo.

O esboço da resolução russa, circulado, Terça-feira (10), não deve agradar aos Estados Unidos e aos membros do conselho europeu, que cobram a implantação duma resolução sob o Capítulo 7 da Carta da ONU, que permite ao Conselho de Segurança autorizar acções desde a diplomacia e sanções económicas à intervenção militar.

O vice-embaixador da Rússia na ONU, Alexander Pankin, disse que uma resolução sob o Capítulo 7 seria “contraproducente”, no que ele descreveu como sendo uma “situação delicada”.

A Rússia e China já vetaram resoluções da ONU que aumentariam a pressão sobre Assad.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!