Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Rússia diz ter morto o último envolvido no atentado no comboio

A Rússia disse, esta Quarta-feira 96), que matou o último militante que ainda era procurado por organizar um duplo atentado que matou 40 pessoas em 2010 no comboio de Moscovo.

O governo russo enfrenta uma insurgência islâmica na montanhosa região do norte do Cáucaso, mais de uma década depois de restabelecer o controle federal sobre a Chechénia, cenário de duas guerras separatistas.

Os incidentes violentos continuam a acontecer quase diariamente na região, mas os insurgentes também atacam noutras partes da Rússia, e reivindicaram a autoria dos atentados de 2010 no comboio e de 2011 no mais movimentado aeroporto da Rússia, que deixou 37 mortos.

“Até hoje, Gusen Magomedov era o último participante remanescente a estar directamente envolvido na organização e realização dos ataques terroristas de Março de 2010 no comboio de Moscovo”, disse o comité governamental de combate ao terrorismo.

“Uma justa retribuição apanhou o último deles.” Segundo a nota, o serviço secreto russo matou Magomedov durante a madrugada na república russa do Daguestão, actualmente o centro da violência militante no Cáucaso russo.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!