Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Rumor de greve em Maputo; Município afirma que não há motivo de receios

Os citadinos de Maputo estão apreensivos com o que poderá acontecer esta sexta-feira, 1 de Junho, devido a uma mensagem de texto (SMS) que está a circular nos telemóveis desde as primeiras horas desta quinta-feira, apelando à participação numa manifestação que está a ser supostamente organizada por vendedores informais, principalmente aqueles cujas barracas foram removidas pelo Conselho Municipal por estarem nos passeios.

Entretanto o Município já veio tranquilizar os citadinos afirmando que não haverá nenhuma perturbação à ordem e tranquilidade públicas.

Esta é a SMS que muitos maputenses receberam nos seus telemóveis “ATENÇAO !!! Esta Sexta feira, havera Grande greve na cidade de Maputo !!! Por causa das barracas removidas , custo alto dos chapas , preco do tomate , batata , arroz do pao , Custo de vida alto ! Por favor mantenham os Voxos filhos em casa , e evitem andar pelas ruas ou podem ser vitimas dexa manifestaxao ! Os manifestadores prometem vandalizar todos recintos escolares , casas e lojas ! Tenham muito mas muito cuidado , Passem a palavra ..”

Em resposta a esta ameaça, o Conselho Municipal de Maputo pela voz de alguns dos seus vereadores já veio para afirmar que em Moçambique os cidadãos podem manifestar-se desde que seja de forma ordeira e respeitando a ordem pública e acrescenta que os motivos evocados na SMS não são verdadeiros.

A vereadora do distrito municipal Kampfumo, Despedida Bento, disse que a remoção das barracas com feita em colaboração com todos intervenientes no processo e apelou ao diálogo “se há alguma coisa que está a inquietar os munícepes neste momento aconselho-os a aproximarem-se as estruturas dos bairros ou mesmo a administração e apresentarem as suas dificuldades”.

Por seu turno João Matlombe, vereador de transportes e trânsito, recordou que o preço do combustível continua a ser subsidiado pelo governo por forma a conter os aumentos que tem sido registados desde o último agravamento da tarifa. Matlombe referiu ainda que continuam a ser feitos esforços conjuntos para melhor a qualidade do transporte na capital de Moçambique e apelou ao bom senso e a paciência dos maputenses.

Entretanto um fonte anónima, bem colocada na Polícia da República de Moçambique, referiu que todos agentes disponíveis estão a ser mobilizados para os seus postos por forma a estarem nas ruas e garantirem a segurança e tranquilidade na cidade e província de Maputo.

Sexta-feira calma

A cidade de Maputo e Matola acordaram tranquilas, com céu nublado e previsão de 29 graus Celcius de temperatura máxima. Numa ronda feita esta manhã pelas principais paragens dos transportes de passageiros para a cidade – Zimpeto, 25 de Junho, Benfica, Jardim, Xiquelene, CMC, Hulene, Ponto Final – não há sinais de eventual manifestação ou greve ilegal.

Os maputenses acordaram e estão a dirigir-se normalmente para os seus locais de actividade.

NOTÍCIAS EM ACTUALIZAÇÃO 6h29

 

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!