Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Roma/Papa Bento XVI recebe Maria da Luz Guebuza

A Primeira Dama de Moçambique, Maria da Luz Guebuza, juntou-se aos milhares de peregrinos de vários países do mundo que foram recebidos, quarta-feira, na Basílica de São Pedro, em Roma, pelo Papa Bento XVI, por ocasião de mais uma peregrinação que os fiéis da Igreja Católica realizam no Dia 13 de Maio.

Maria da Luz disse, em exclusivo a AIM, que a participação na audiência com os peregrinos de diversos quadrantes do mundo foi fruto de um convite endereçado pelo Sumo Pontífice, Bento XVI, que teve da sua parte resposta positiva.

“Recebemos ontem um convite do Santo Padre para participar nesta audiência com os peregrinos e nós decidimos responder positivamente e participar em todo o processo”, disse a primeira-dama, que no fim da cerimónia teve a rara oportunidade de cumprimentar o Santo Padre.

A mãe da nação moçambicana disse que nos breves instantes em que esteve frente ao Sumo-sacerdote ele endereçou uma mensagem de saudação especial ao povo moçambicano e ao seu dirigente máximo, gesto que ela pretende partilhar com os demais concidadãos.

A Igreja Católica tem uma acção social muito forte no país, em particular na área do combate a pobreza, ao analfabetismo, expansão do ensino superior, acesso a saúde e os excelentes resultados até agora logrados, que Maria da Luz fez questão de transmitir ao Papa Bento XVI.

“A Igreja pode continuar a contar com Moçambique como país parceiro, porquanto podemos continuar a trabalhar juntos no combate as grandes doenças e a nossa estada aqui em Roma visa participar na 7ª conferência internacional do DREAM sobre o HIV/SIDA”, ressaltou a primeira-dama.

A Conferência Internacional do “Drug Resource Enhancement against Aids & Malnutrition (DREAM)” vai iniciar na sexta-feira e congregará os ministros da saúde de 18 países da África sub-Sahariana incluindo o titular da pasta de Moçambique, para uma reflexão sobre a pandemia no continente.

Ainda quarta-feira, a primeira-dama visitou o Hospital Universitário Policlínico Umberto 1º, em Roma, onde está internada a artista moçambicana Bertina Lopes, que durante o período colonial usou a arte não só ajudar o país mas também para mostrar ao mundo a dimensão humana e social da nação, combatendo o colonialismo.

“Bertina Lopes está internada naquele hospital, na sequência de uma cirurgia a que foi submetida e nós fomos lá visitar a ela para conhecer o seu quadro clínico através dos médicos que a assistem”, explicou a fonte, adiantando que a equipa médica assegura que a doente está em franca recuperação podendo, nos próximos dias, ter alta.

O Gabinete da Esposa do Presidente desenvolve actividades de carácter social e o domínio da saúde está entre as diversas áreas de intervenção.

Questionada sobre quaisquer contactos havidos nesse sentido, ela afirmou nada ter sido adiantado, mas disse ter informações segundo as quais o Ministro da Saúde, Alexandre Manguele, que representará o país vai, durante a sua estada em Roma, trabalhar com um grupo de médicos que expressara vontade de trabalhar em Moçambique.

“Na outra visita que fizemos a Roma, o grupo tinha manifestado a vontade trabalhar em Moçambique a apoiar e a ensinar os outros médicos. Acredito que o Ministro da Saúde vai manter encontros com este grupo para definir os pormenores do encontro”, rematou Maria da Luz.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!