Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Renamo promete fortificar a fiscalização para “acabar com manobras”

O partido Renamo ao nível da cidade de Chimoio, a capital da província central de Manica, promete intensificar as acções de fiscalização do processo eleitoral “em todos os sentidos” para garantir a sua vitória e a do seu candidato a Presidência da República, Afonso Dhlakama. Ilídio Guilherme, director da campanha, nesta parcela do país, diz que o seu partido já esta iniciou a preparação dos homens que serão encarregues por este trabalho para que até à altura das eleições estejam capacitados “para detectar todo o tipo de manobras fraudulentas que a Frelimo tem vindo a usar para tirar a vitoria a Renamo”.

Para sustentar a sua posição, Ilídio Guilherme disse que a mensagem sobre a necessidade da mudança para dar lugar ao Governo da Renamo, “que vai garantir justiça, segurança e emprego para os jovens’, esta a ser acatada pelo eleitorado. ‘Há bem pouco tempo recebemos 16 mil panfletos mas já estão esgotados”, referiu. Sem deixar de acusar os seus adversários políticos de “ameaçar” apoiantes do seu partido, Guilherme disse que a forma simpática como tem vindo a ser recebidos durante a campanha eleitoral não deixa sombra de dúvidas que o seu partido “vencera”.

Sobre o material de campanha, a fonte reconheceu que dada a procura este na conseguiu cobrir as necessidades mas em breve esperam receber um reforço em camisetes e panfletos para serem canalizados aos locais onde ainda se regista um défice. Dissertando sobre o andamento da campanha, Ilídio Guilherme disse que apesar de se registarem esporadicamente algumas clivagens sobretudo nos momentos em que a Renamo se cruza com a Frelimo na mesma rota nada de pior aconteceu porque o seu partido instruiu os seus apoiantes para não responderem a “provocações”.

“A excepção de um caso e outro podemos afirmar que desde o primeiro dia a campanha tem sido ordeira”, afirmou. Já em Gondola, o delegado politico distrital deste partido, Filipe Machatine, foi pelo mesmo diapasão afirmando que no terreno tudo esta a decorrer com normalidade embora exista o que chamou de pequenos problemas devido a actos de intimidação e distúrbios praticados pelo seu principal adversário político e todos eles foram reportados a polícia.

No distrito de Gondola, que é o segundo maior circulo eleitoral depois de Chimoio, a Renamo tem estado a realizar a campanha porta a porta para pedir o voto em troca da “garantia da justiça, bem estar, educação de qualidade, novos empregos e uma agricultura mecanizada para desenvolver o país’.

O delegado distrital da Renamo em Gondola apontou como grande dificuldade que o seu partido atravessa neste momento eleitoral o facto de ter que realizar a campanha em zonas longicuas a pé, destacando que mesmo assim as pessoas estão a acatar a mensagem de boa forma.

Sobre se a vitoria do seu partido estava ou não garantida tendo em conta o que acontece no terreno, a fonte disse que “os moçambicanos é que vão dizer através da votação se a mensagem da Renamo vale ou não para haver mudanças no país”.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!