Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

ADVERTISEMENT

Relaxamento do Estado de Emergência? “Transmissão comunitária na Cidade de Nampula não será contida até ao fim de Junho”, cidades de Pemba e Maputo “poderão transitar para transmissão comunitária”

coronavirus1406-sumperfil

A perspectiva de relaxamento do Estado de Emergência em Moçambique é cada vez mais uma miragem, tendo em conta a situação epidemiológica actualizada neste domingo (14) pelo Dr. Ilesh Jani que deixou claro que a “transmissão comunitária na Cidade de Nampula não será contida até ao fim de Junho” e alertou que as cidades de Pemba e Maputo “poderão transitar para um padrão de transmissão comunitária”.

Por Adérito Caldeira

No início da 13ª semana epidemiológica da covid-19 em Moçambique o director-geral do Instituto Nacional de Saúde actualizou que embora “a nível global o número de casos leva 36 dias para duplicar e Moçambique tem um tempo de duplicação de 11 dias, este tempo reduziu foi de 15 dias, passou para 13 dias e agora o nosso tempo para duplicação de numero de casos é de 11 dias o que coloca Moçambique entre os dez países do mundo onde o número de casos está a subir mais rapidamente”.

No entanto embora o número de cidadãos testados seja cada vez maior, até agora foram testados 18.620 indivíduos, a nossa taxa de positividade subiu ligeiramente de 3 para 3,1 por cento. “Não quero dizer que se nós testarmos mais não vamos encontrar mais casos, mas a evidência que temos até agora, e neste contexto específico da Cidade de Nampula, como os números que mostrei aqui, testar mais não significa necessariamente encontrar mais casos”, disse o Dr. Jani que argumentou com os dados epidemiológico que mostram com com a testagem de mais cidadãos em Nampula a taxa de positividade até desceu de 19,12 para 10,50 por cento.

Falando em conferência de imprensa em Maputo o responsável pelos epidemiologistas moçambicanos assinalou que “a nossa epidemia tem crescido nos tempo recentes à custo de casos identificados através do rastreio nas unidades sanitárias e do rastreio de casos positivos”.

“A nossa a epidemia é principalmente dominada por indivíduos que estão entre o 20 e os 49 anos de idade, embora as idades inferiores a 19 anos comecem a aparecer como um grupo importante”, indicou o Dr. Ilesh Jani destacando que em termos de sintomatolagia a pandemia do novo coronavírus ainda “é metade de indivíduos assintomáticos e metade de indivíduos que tem sintomatologia ligeira, principalmente, e a moderada”.

Pemba e Maputo “poderão transitar para transmissão comunitária”

O director-geral do Instituto Nacional de Saúde alertou que “as cidades de Pemba e Maputo registam epidemias que poderão transitar para um padrão de transmissão comunitária (…)Nós esta semana que passou em Pemba diagnosticamos 23 casos de covid-19, na Cidade de Maputo 19 casos de covid-19, é um numero significativo de casos que nos preocupa. Pemba é uma cidade com cerca de 200 mil habitantes, significa que a transmissão deve-nos preocupar, este é o momento em que devem ser intensificadas as acções de prevenção como vão ser feitas nos mercados da Cidade de Maputo”.

Outro cenário pouco animador indicado pelo Dr. Jani é que a transmissão comunitária da Cidade de Nampula está longe de estar contido apesar dos esforços que estão a ser envidados pelas autoridades de saúde como são os casos do inquérito sero-epidemiológico que inicia a 16 de Junho mas não estará pronto antes do fim de Junho ou o laboratório que está a ser edificado para testagem mas só vai ficar pronto em Agosto.

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

error: Content is protected !!