Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Refugiados tentam entrar ilegalmente em Moçambique

A Polícia malawiana interceptou uma viatura transportando mais de cem somalis que fugiam do Campo de Refugiados de Dzaleka, localizado a 50 quilómetros Norte da capital Lilongwe, para Moçambique.

O grupo de refugiados pretendia usar Moçambique como ponto de trânsito a caminho da vizinha Africa do Sul, alegadamente a busca de melhores condições de vida. O caso foi confirmado pelo portavoz da Policia, Franklin Gausi, falando Sexta-feira última em Dedza, um distrito que faz a fronteira com Moçambique, segundo escreve a agência malawiana de notícias “Nyasa Times”.

Os detidos foram interceptados Quinta-feira naquele distrito fronteiriço quando tentavam fugir usando uma viatura alugada pelas autoridades responsáveis pelo campo dos refugiados para realizar as suas actividades noutro local. “O motorista da viatura (um cidadão congolês de nome Lusiwa Mwangati) gozou da vantagem de estar a viajar para fazer o mau uso da viatura transportando os seus amigos que queriam sair do campo sem autorização do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR) e do Governo”, disse ele.

Gausi referiu que a Polícia deteve o motorista da viatura e todos os que viajavam próximo a fronteira com Moçambique depois do carro se enterrar. Neste momento, estes infractores encontram-se detidos na esquadra da Polícia em Dedza. Enquanto os refugiados aguardam a sua devolução ao campo de Dzaleka, o seu condutor irá enfrentar a justiça para responder pelo caso de tráfico de pessoas.

Nos últimos anos, são frequentes os casos de cidadãos estrangeiros sobretudo da região dos Grandes Lagos que procuram deslocar-se a Africa do Sul passando por Moçambique. Aliás, semanalmente a Policia moçambicana (PRM) regista casos de imigrantes ilegais detidos pelo país fora.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!