Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Reduzem as receitas das empresas participadas pelo Estado

No primeiro semestre de 2012, as receitas colectadas pelas firmas participadas pelo Estado moçambicano eram de 379 milhões, porém, decresceram para pouco mais de 226 milhões de meticais no mesmo período deste ano.

Houve igualmente uma redução de empresas, de 223 firmas, no ano passado, para 118 este ano. Destas, três foram alienadas, segundo o Presidente do Conselho de Administração (PCA) do Instituto de Gestão das Participações do Estado, Apolinário Panguene, para quem o resultado negativo deveu-se ao atraso na realização das assembleias-gerais e à gestão deficiente.

Segundo Panguene, as actividades do primeiro semestre de 2013 estavam orçadas em 552 milhões de meticais, deste valor apenas foi absorvido 296 milhões, correspondentes a 49 porcento de execuções.

As despesas de pagamento de salários consumiram pouco mais de 235 milhões, dos quais foi absorvido 58,39 porcento do planificado. O interlocutor perspectiva que o segundo semestre seja melhor que o anterior, pois há reformas em curso, capacitação dos gestores financeiros e aumento de parcerias com os sectores público e privado.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!