Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Rebeldes matam 80 soldados sírios no fim-de-semana, diz a oposição

Pelo menos 80 soldados sírios foram mortos no fim-de-semana por rebeldes, disse um grupo de oposição, esta Segunda-feira, em mais um sinal de que o cessar-fogo implementado em Abril fracassou.

O Observatório Sírio de Direitos Humanos, com sede na Grã-Bretanha, recebeu relatos de que insurgentes mataram mais de cem soldados e destruíram alguns tanques em confrontos em várias partes do país, inclusive na província de Damasco.

Médicos locais teriam confirmado à entidade os nomes de 80 mortos. Alguns comandantes do Exército Sírio Livre (grupo armado rebelde) haviam declarado que, se o governo de Bashar al Assad não parasse com a violência até Sexta-feira, eles estariam “livres de qualquer compromisso” envolvendo a trégua mediada pelo enviado internacional Kofi Annan.

Rami Abdelrahman, chefe do Observatório, disse à Reuters que muitos postos de controle militar foram destruídos em intensos combates nocturnos na província de Idlib, onde muitos rebeldes operam.

“Um mínimo de quatro a seis postos de controle na localidade de Ariha foram atacados e destruídos nas últimas 24 horas”, disse ele.

A rebelião contra Assad começou há 15 meses, inicialmente com protestos pacíficos, mas agora a Síria está a caminhar para uma guerra civil, com uma acção cada vez mais intensa de rebeldes armados contra a violenta repressão governamental.

A ONU diz que as forças de Assad já mataram mais de 9.000 pessoas desde Março de 2011. A Síria atribui a violência aos “terroristas armados”, e diz que mais de 2.600 soldados e policiais já foram mortos.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!