Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Reactivação da produção de citrinos em Moçambique deverá gerar 52 mil toneladas em 2014

Moçambique deverá registar uma produção de perto de 52 mil toneladas de critrinos ao longo deste 2014, um sinal de retoma daquela cultura, depois de a mesma ter sido preterida, há cerca de 10 anos, por muitos operadores económicos nacionais, a favor da cultura do tabaco.

Em 2013, a produção de laranjas, tengerinas, toranjas e limões no país foi de 49 mil toneladas e o aumento esperado para os próximos anos deve-se ao crescente interesse de investidores nacionais em operar no sector, atraídos pela maior procura de frutas tropicais no mercado internacional, segundo fonte do Ministério da Agricultura (MINAG).

As empresas João Ferreira dos Santos, em Manica, e Citrum, em Boane, província de Maputo, são algumas das principais dinamizadoras da produção de citrinos no país, refere, a título de exemplo, aquela instituição estatal, salientando que aquelas firmas estão empenhadas em abastecer o mercado doméstico e ex-portação.

Por exemplo, a Citrum exporta para o mercado europeu aproximadamente 2500 toneladas de citrinos por ano, enquanto pouco mais de 200 toneladas de laranja e toranja são consumidas no mercado local, incluindo pelas indústrias de sumos espalhadas pelo país.

Para além das plantações de laranja e toranja numa área de 720 hectares, a Citrum possui plantações de banana que produzem cerca de 25 toneladas por semana. Refira-se que a reactivação da cultura de citrinos deverá contribuir para o aumento da produção global do sector da agricultura de Moçambique em 7,1% ao longo deste 2014.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!