Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Ratos e cães vadios matam 287 pessoas

Um total de 287 pessoas morreu, nos últimos sete anos, em Moçambique, vítimas de mordeduras de cães e ratos com raiva, doença tida como altamente contagiosa e ainda sem cura no mundo, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS).

Em 2010, cerca de 7,3 mil pessoas foram vítimas de mordeduras daqueles animais vadios de acordo com António Limbau, vice-ministro da Agricultura, salientando que a raiva é já considerada como uma das mais mortíferas doenças “que está a ameaçar a Saúde Pública em Moçambique”.

Limbau falava esta segunda- feira, no Maputo, durante a Primeira Conferência Nacional sobre Saúde Pública que, na capital do país, reúne até amanhã, quarta-feira, cerca de 180 especialistas nacionais e estrangeiros de Saúde Pública para a partilha de experiências, promoção de actividades de divulgação de resultados de trabalhos de pesquisa, planificação e gestão dos serviços de Saúde.

Na mesma ocasião, foram divulgadas informações da OMS sobre a raiva indicando que pouco mais de 55 mil pessoas morrem anualmente, em todo o mundo, vítimas de mordeduras de animais infectados pela raiva.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!