Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Raptado adido comercial da Embaixada sul-coreana na Líbia

Homens armados não identificados raptaram, domingo (19), o adido comercial da Embaixada da Coreia do Sul na Líbia, Hann Socoo, anunciaram fontes diplomáticas. O diplomata foi raptado quando deixava a Embaixada, situada na zona de “Karkache”, para regressar à sua casa a bordo do seu veículo conduzido por um Líbio.

Ele foi travado por homens armados que convidaram-no a descer antes de leva-lo fora de Tripoli, deixando o motorista e o veículo da Embaixada no local, explicaram as mesmas fontes. Os raptos multiplicaram-se ultimamente em Tripoli e visam essencialmente antigos chefes de segurança e ex-rebeldes.

Os últimos raptos envolveram um responsável da Polícia judicial, sob a tutela do Ministério da Justiça e o chefe da Direcção da Segurança Nacional de “al-Zawiya” o tenente-coronel Ali al-Lafi, retido durante horas em Tripoli antes da sua libertação por homens armados de Tajora, subúrbio da capital.

O primeiro-ministro líbio, Ali Zeidan, foi vítima dum rapto, a 10 de Outubro último, e foi detido durante horas antes da sua libertação.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!