Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Dia de Decisão na FRELIMO: Nyussi, Pacheco, Vaquina, Luísa, Aires?

Dia de Decisão na FRELIMO: Nyussi

O porta-voz da Frelimo, Damião José, confirmou nesta sexta-feira (28), segundo dia de trabalho da III Sessão Ordinária do Comité Central, a submissão de mais dois processos de candidaturas a pré-candidatos presidenciais, que se vão juntar a Alberto Vaquina, actual Primeiro-Ministro, José Pacheco e Filipe Nyussi, ministros da Agricultura e da Defesa, respectivamente. Trata-se de Luisa Diogo e Aires Ali, que já ocuparam os cargos de Primeiro-Ministro nos governos de Joaquim Chissano e Armando Guebuza, respectivamente.

Conheça o perfil de cada um dos candidatos, que deverão ser sujeitos ao sufrágio neste sábado(01), e poderá tornar-se no sucessor de Armando Guebuza como Presidente da República de Moçambique.

Luisa Diogo

Nasceu a 11 de Abril de 1958 no distrito de Mágoè, província de Tete. É a terceira dos oito filhos de Luís João Diogo, enfermeiro, e Laura Atanásia Dias, doméstica.

Fez o bacharelato em Economia, Universidade Eduardo Mondlane, em 1983. Em 1992, concluiu a distância o Curso de Mestrado em Economia Financeira pela Universidade de Londres. Fez carreira no Ministério das Finanças desde 1980, tendo sido admitida como técnica do Departamento dos Sectores Económicos e de Investimento.

Em 1984, passou a Chefe Adjunta desse Departamento. Em 1986, foi designada Chefe do Departamento do Orçamento do Ministério das Finanças, responsável pelo Orçamento Nacional de Investimento e de Funcionamento, Defesa e Segurança e da Execução Orçamental, Tesouraria do Estado e de Contabilidade Pública.

De 1993 a 1994, foi Oficial de Programas no Banco Mundial em Moçambique, tendo substituído várias vezes o Representante do Banco Mundial no país. Antes de ser indicada para o Governo em 1994, trabalhou como Técnica no Gabinete de Estudos do Ministério das Finanças, entre 1980 e 1986, passando a Chefe de Departamento, entre 1986 e 1989, e a Directora Nacional do Orçamento, de 1989 a 1992. Membro do Conselho de Administração da Fundação para o Desenvolvimento da Comunidade e elaborou o primeiro Orçamento publicado após a independência em 1991, bem como participou na feitura do Primeiro Plano Trienal de Investimento Público.

Primeira-Ministra do Governo de Moçambique de 2004 a 2009. De Fevereiro de 2004 a Fevereiro de 2005 acumulou esta pasta com a de ministra do Plano e Finanças que vinha desempenhando desde Janeiro de 2000, após substituir Pascoal Mocumbi como Primeiro-Ministro. No quinquénio 1994-1999, foi vice-ministra do Plano e Finanças.

Casada com o advogado António Albano Silva, tem 3 filhos, nomeadamente Nelson, João Nuno e Laura Solange. Nas eleições gerais de 2009 foi eleita deputada da Assembleia da República pelo círculo eleitoral da Zambézia.

 

Alberto Vaquina Alberto Clementino

O actual Primeiro-Ministro, licenciou-se em Medicina, em 1992, no Instituto de Ciências Biomédicas de Abel Salazar da Universidade do Porto, Portugal, e trabalhou nos hospitais de Santo António, do Porto, e de São José, em Lisboa.

Vaquina tem ainda uma pós-graduação em Ciências das Doenças Tropicais no Instituto de Higiene e Medicina Tropical, da Universidade Nova de Lisboa. Regressou ao país em 1996, tendo trabalhado como médico na província de Nampula e, entre 1998 e 2000, foi director provincial de Saúde em Cabo Delgado.

De 2005 até princípios de 2010, no primeiro mandato de Guebuza, desempenhou o cargo de governador da província de Sofala, tendo depois ido desempenhar as mesmas funções em Tete até à data da sua nomeação para o cargo de Primeiro-Ministro, em 2012.

 

Aires Ali

Nasceu a 6 de Dezembro de 1955, no distrito de Sanga, província de Niassa. Foi Primeiro-Ministro de Moçambique entre 2010 e 2012. É professor de profissão.

Antes de ser indicado Primeiro-Ministro, foi governador da província de Niassa, entre 1994 e 1999, e de Inhambane, entre 2000 e 2004, e ministro da Educação de 2005 a 2010.

Em Outubro de 2012 foi exonerado do cargo de Primeira-Ministro, tendo retornado à Assembleia da República, onde é deputado da Frelimo.

 

Filipe Nyussi

O actual ministro da Defesa, nasceu a 29 de Fevereiro de 1969, em Namaua, distrito de Mueda, província de Cabo Delagado.

Em 1974 concluiu os estudos primários no Centro Educacional de Tunduro (Tanzânia). Depois foi estudar na escola da FRELIMO em Mariri, onde em 1980 conclui o primeiro ciclo do ensino secundário. Fez o secundo ciclo na escolas secundária Samora Machel, na cidade da Beira.

Fez a sua licenciatura em engenharia mecânica na academia de Brno Vaaz, na República checa, em 1990.

Fez uma pós graduado pela Victoria University, de Manchester, em 1999. Chegou a ministro da Defesa no meio do primeiro mandato de Armando Emilio Guebuza, após a exoneração de Tobias Dai, depois da explosão do paiol de Malhazine. É casado e pai de quatro filhos.

 

José Pacheco

Engenheiro agrónomo, já ocupou os cargos de vice-ministro da Agricultura e Desenvolvimento Rural, entre os anos 1995 e 1997, governador da província de Cabo Delgado, entre 1997 e 2005.

No primeiro mandato de Armando Guebuza desempenhou o cargo de ministro do Interior, no qual permaneceu até Outubro de 2012, quando foi nomeado ministro da Agricultura.

 

 

ACOMPANHE O COMITÉ CENTRAL EM TEMPO REAL

{jumi [*41]}

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!