Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Quarenta e sete novas salas entram em funcionamento

O governo da cidade de Nampula reunido, Quarta-feira, na sua quinta sessão ordinária anunciou a construção de 47 salas de aulas no primeiro semestre do ano em curso, proporcionando, desta forma, relativamente melhores condições de aprendizagem à mais de 3.750 alunos dos 25 mil que estudavam ao relento em diversas escolas da cidade.

A construção das referidas salas de aulas, segundo revelou Augusto Tauancha, porta-voz do governo da cidade, foi graças à parceiros de cooperação, instituições religiosas e à boa vontade das comunidades, que apoiaram os projectos através de contribuições em valores monetários.

As comunidades preferem construir escolas com material convencional, mesmo que demore, porque têm mais durabilidade. Por isso, sentimos que há mudança de consciência ao abandonar a construção com material precário cujo período de durabilidade é muito inferior, disse a fonte.

De acordo com Tauancha, a cidade de Nampula conta agora com 12 estabelecimentos de ensino secundário dos 9 existentes no ano passado. Referiu, ainda, que cerca de 14 mil graduados da 7ª classe beneficiaram de espaço para continuar os seus estudos.

O nosso interlocutor disse que a representação do Estado nesta parcela do país mostrou-se satisfeita pelo nível do cumprimento das actividades do primeiro semestre em todos sectores de trabalho, com destaque para educação onde foi possível registar melhorias na ordem de 30 por cento mercê da criação de três centros de alfabetização e da introdução do programa Alfa Rádio.

Segundo o porta-voz do governo da cidade, a representação do Estado em Nampula avalia de forma positiva o funcionamento do sector de Saúde, pelo nível de aderência da mulher aos partos institucionais, facto que tem contribuído para a redução dos índices de mortalidade materno-infantil e no combate à malária, diarreias, cólera, entre enfermidades.

Ainda no primeiro semestre, 54 profissionais de Saúde foram capacitados em matérias relacionadas com o HIV/SIDA.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!