Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

ADVERTISEMENT

Qualificação CAN 2019: “Mambas” voltam a perder com Namíbia e caem para 3º no Grupo K

Qualificação CAN 2019: “Mambas” voltam a perder com Namíbia e caem para 3º no Grupo K

Foto da CAFA Namíbia mostrou que a vitória no estádio nacional do Zimpeto não foi obra do acaso e derrotou os “Mambas” nesta terça-feira (16), posicionando-se como uma séria candidata a um dos dois lugares do Grupo K de apuramento para o Campeonato Africano das Nações (CAN) de 2019. Moçambique precisa de vencer os próximos dois jogos e torcer para que os “Bravos Guerreiros” e os “Djurtus” não vençam.

A nossa selecção que dos 6 pontos que deveria ter ganho em casa conseguiu apenas 1 entrou para o estádio Sam Nujoma, na cidade de Windhoek, a precisar de vencer e até controlou o ritmo do jogo, pelo menos enquanto os anfitriões o deixaram.

Com uma alteração forçada, pela lesão de Mexer entrou Jeitoso, e outras três por opção de Abel Xavier Moçambique construiu uma mão cheia de jogadas atacantes mas chegou ao intervalo sem que o avançado, Ratifo jogou no lugar de Maninho, conseguisse fazer um único remate enquadrado com a baliza de Vries.

Antes do descanso os namibianos começaram a subir as suas linhas e em contra ataque mostraram como seria o seu jogo, dando muito trabalho ao guarda-redes Leonel, que entrou para o lugar de Guirrugo.

No reinício, atrasado vários minutos devido a problemas de iluminação, o seleccionador Ricardo Mannetti lançou o carrasco do Zimpeto, Deon Hotto para o lugar de Absalom Limbondi, mas foram os “Mambas” a enfim conseguirem rematar para a baliza de Vries.

Manucho fez um longo lançamento de linha lateral para a pequena área a defesa deixou o esférico bater no relvado sintéctico, Reginaldo cabeceou sobre o guarda-redes namibiano e a bola tomou a direacção da baliza, valeu a atenção de Haoseb que perto da linha de golo cortou aquele que seria o primeiro da partida.

Depois os namibianos mostraram a sua bravura, Stephanus ganhou o esférico ao capitão Dominguez no meio campo, cruzou tenso para a área onde fora de tempo Jeitoso falhou a intercepção. No coração da área Peter Shalulile “matou” a bola no peito e mesmo com a pressão de Zainadine Jr. rematou de pé direito por cima do guarda-redes Leonel.

No minuto 81 Stephanus voltou a cruzar para área, desta vez para a cabeça de Shalulile que emendou para a baliza, atento Leonel defendeu.

A 5 minuto do fim do tempo regulamentar Denzil Haoseb viu o segundo cartão amarelo e foi tomar banho mais cedo.

Foto da CAFAbel Xavier lançou todos os seus trunfos. De bola parada Witinesse centrou para o coração da área onde de cabeça Dayo, já em tempo de desconto, introduziu a bola na baliza namibiana mas foi assinalado um fora de jogo, milimétrico diga-se.

Sem dignidade o seleccionador nacional de Moçambique não falou aos jornalistas.

Com a vitória os “Bravos Guerreiros” saltam para o 2º lugar, com os mesmo pontos da Guiné-Bissau mas o melhor saldo de golos posiciona os “Djurtus” na frente do Grupo K.

Depois do pesadelo desta jornada dupla, onde em 3 dias perderam 6 pontos, os moçambicanos ainda podem a sonhar com o apuramento para a fase final do CAN de 2019 porém precisam a selecção de tem de derrotar a Zâmbia, daqui a um mês em Maputo, e depois precisa de ir derrotar os “Djurtus”, invencíveis em Bissau, a 22 de Março de 2019. Além disso os “Mambas” terão de esperar que a Namíbia não vença os dois jogos que ainda tem por realizar.

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

error: Content is protected !!