Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Quadra festiva: PRM reforça segurança

A Polícia moçambicana (PRM) diz que, nos próximos dias, vai reforçar a sua presença em todas as estradas do país para garantir a ordem e segurança públicas, para além de reduzir os acidentes na via pública durante a quadra festiva que se avizinha.

 

 

Quando se aproxima a quadra festiva, relatos de acidentes de viação se ouvem com mais intensidade que noutros períodos do ano devido ao aumento de circulação nas estradas moçambicanas.

Durante este período, regista-se a entrada massiva de moçambicanos que trabalham na vizinha África do Sul, fundamentalmente, para além de turistas que procuram laser em Moçambique.

Por outro lado, verificase movimentação de pessoas de um ponto para o outro dentro do país, uma vez que os alunos entram de férias, nalgumas empresas os trabalhadores entram de férias colectivas.

Estas situações, aliadas ao excesso de velocidade e consumo de álcool durante a condução, constituem ingredientes suficientes para aumentar a sinistralidade nas estradas moçambicanas.

Segundo o porta-voz do Comando Geral da PRM, Pedro Cossa, nos próximos dias, a Polícia vai lançar um apelo em relação à conduta cívica que todos os cidadãos, sobretudo os condutores, devem adoptar durante a quadra festiva.

“Não ao álcool durante a condução. É preciso que as pessoas deixem de pensar que esta é a última quadra festiva da sua vida e se comportem de forma decente e urbana para que não haja sangue a escorrer nas nossas estradas durante as festas do Natal e Ano Novo”, defendeu.

Na última semana, foram registados em todo o país 63 acidentes de viação que resultaram em 35 mortos no local da ocorrência do sinistro e 46 feridos graves e tantos outros ligeiros.

Outro fenómeno que se regista com alguma intensidade quando se aproximam as festas, são os assaltos na via pública, em bancos, residências, entre outros locais, a PRM garante que vai trabalhar para proteger os moçambicanos e evitar estes casos.

“A PRM vai pôr-se em peso em todas as estradas nacionais, principais e terciárias e não só para realizar actividades de prevenção de actos que possam atentar contra a ordem e segurança pública”, garantiu, frisando que “vamos continuar a fazer jus a nossa profissão que é de protecção dos cidadãos”.

Cossa fez estes pronunciamentos durante o habitual briefing a jornalistas sobre a situação criminal no país na última semana. Segundo Cossa, ao longo da última semana, foram registados mais de 280 casos criminais, dos quais cerca de 150 foram esclarecidos.

Ainda, foram detidos em todo o país 985 indivíduos indiciados de prática de vários crimes, a destacar tentativa de suborno a agentes da polícia, posse ilegal de armas de fogo, condução ilegal, homicídio qualificado, entre outros.

Cossa revelou que 728 cidadãos foram detidos por violação de fronteira, 122 por imigração clandestina e 275 moçambicanos foram repatriados da vizinha África do Sul.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!