Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

“Rede social” do Barcelona com mais um “membro” superou a do Arsenal

O FC Barcelona, com mais um elemento que o Arsenal, durante os últimos 38 minutos, apurou-se, terça-feira, para os quartos-de-final da Liga dos Campeões de futebol, juntando-se aos ucranianos do Shakhtar Donetsk, que eliminaram a AS Roma.

 

Após a derrota tangencial (2-1) há três semanas, em Londres, os “blaugrana” não abrandaram por um minuto o ritmo avassalador do seu futebol apoiado, como uma rede social sempre com alguém “em linha”, e venceram por 3-1, no Camp Nou, na segunda mão dos “oitvavos”.

 

Na Arena Donbass, com sete graus negativos de temperatura, os ânimos andaram bem exaltados, sobretudo entre os jogadores “giallorossi”, mas os anfitriões, que já tinham vencido em Roma (3-2), bateram os italianos, reduzidos a 10 elementos desde os 41 minutos, por 3-0.

Logo aos 19 minutos, uma lesão do guarda-redes Szczesny pareceu uma primeira contrariedade para os “gunners”, mas o seu substituto, Almunia, veio a revelar-se importantíssimo na manutenção do sonho de apuramento até final.

As constantes trocas de bola e desmarcações dos catalães foram sendo contrariadas pelo sentido de antecipação do Arsenal, surgindo sempre um membro “online” para contrariar o ataque massivo de “hackers” do “Barça”… até aos descontos da primeira parte.

Aos 45+3 minutos, uma passe de Iniesta isolou Messi, cuja recepção menos conseguida foi disfarçada por um toque magistral que desviou a bola de Almunia antes do “encosto” para o

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!