Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

“Precious” irradia de emoção a Croisette

Ela é gorda, negra, analfabeta, está grávida e só tem azar: “Precious”, o personagem do filme de mesmo nome, conseguiu encher a Croisette de emoções e esperança, ganhando pontos na disputa do prêmio Um Certo Olhar.

O filme ganhou até um toque de glamour na noite de sexta-feira nas escadarias, com a presença dos cantores Mariah Carey e Lenny Kravitz, atores no longa-metragem. A primeira, irreconhecível, atua como assistente social e o segundo, como enfermeiro. A platéia aplaudiu durante vários minutos o diretor, que chorou emocionado ao final da projeção.

Lee Daniels havia indicado antes da sessão o quanto ele estava “profundamente honrado de estar em Cannes. É um sonho. É muito além de onde venho”. Com seu longa-metragem, ele fugiu à regra do Festival de Cannes de apresentar somente filmes que nunca tenham concorrido nem conquistado outros prêmios. “Precious” ganhou em janeiro o Grande Prêmio do Júri do Festival de Sundance, nos EUA.

A história é tirada de um romance de sucesso de 1996, chamado “Push”, escrito pela nova-iorquina Sapphire. Harlem, o bairro negro de Nova York, 1987. Claireece “Precious” Jones em 16 anos, um sério problema de peso e nunca teve namorado, mas está grávida, pela segunda vez, de seu pai. Ele vive com sua mãe, que a espanca, a chama todo dia de estúpida e a acusa de ter-lhe roubado o marido. A jovem é enviada a uma escola alternativa, para meninas difíceis e analfabetas. O amor e a confiança de seu professor levam Precious a se conscientizar de seu próprio valor, e a lutar contra este destino terrível.

Nesta trama, Lee Daniels conseguiu misturar realidades sórdidas e cenas de comédia, intercaladas com cenas coloridas em que Precious se imagina atriz de cinema, cantora de sucesso, moça desejada ou mulher branca. “Precious não tem tempo de se sentar e descansar”, diz Gabourey “Gabby” Sidibe, a jovem que interpreta o personagem, em entrevista à AFP. “Toda sua atenção está focada nos meios de ter uma vida melhor”, conta.

A jovem, de 26 anos, que está trabalhando em seu primeiro grande papel, foi escolhida entre 400 candidatas. Filha de um motorista de táxi músico e de mãe cantora, a estudante de psicologia de então ainda está pasma de estar no palco de Cannes diante de dois de seus “ídolos”, Mariah Carey e Lenny Kravitz.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!