Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

https://www.petromoc.co.mz/Lubrificantes.htmlhttps://www.petromoc.co.mz/Lubrificantes.htmlhttps://www.petromoc.co.mz/Lubrificantes.html
Publicidade

“Climagate” foi tentativa de desacreditar o IPCC

O caso das mensagens eletrônica de especialistas sobre o aquecimento global que teriam sido manipuladas, conhecido como “Climagate”, é uma tentativa de desacreditar o Painel Intergovernamental sobre Mudança Climática (IPCC), afirmou seu presidente na segunda-feira, em Copenhague.

“O recente incidente de roubo de e-mails de cientistas da Universidade de East Anglia demonstra que algumas pessoas estão dispostas a recorrer à ilegalidade, talvez para desacreditar IPCC”, afirmou o presidente do grupo de especialistas premiados em 2007 com o Nobel da Paz, Rajendra Pachauri, na abertura da Conferência das Nações Unidas sobre o Clima. “Mas nosso painel dispõe de um histórico de avaliações transparentes e objectivas de mais de 21 anos, estabelecidas por dezenas de milhares de cientistas em todos os cantos do mundo”, insistiu.

O IPCC está investigando as recentes acusações contra um reconhecido climatologista britânico suspeito de ter manipulado dados de pesquisas para exagerar os efeitos da mudança climática no mundo. O professor Phil Jones, director da Unidade de Pesquisas sobre o Clima (CRU) da Universidade de East Anglia, renunciou temporariamente a seu cargo semana passada, depois da publicação na internet de uma série de mensagens que supostamente demonstrariam uma alteração de dados para exagerar o efeito da atividade humana sobre a mudança do clima.

Alguns hackers teriam invadido a rede do mencionado centro de pesquisa e colocado on-line, em novembro, milhares de mensagens eletrónicas, de Jones e outros especialistas, a poucos dias do início na próxima semana da conferência da ONU de Copenhague. O CRU da Universidade East Anglia, situada em Norwich (leste da Inglaterra), é um dos centros de maior reputação do mundo nesta área.

Em um dos e-mails particulares invadidos pelos hackers, Jones menciona um “truque” empregado para maquiar as estatísticas de temperatura a fim de “ocultar uma redução”. Jones disse que as mensagens foram retiradas de contexto para sugerir que os cientistas tentavam suprimir dados que não apoiavam sua teoria de que a mudança do clima é consequência da irresponsabilidade ambiental do homens.

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

error: Content is protected !!