Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

“Anibwe”, um espaço cultural panafricano no centro de Paris

“Anibwe” ou “olhos abertos” na língua akan, falada nomeadamente na Costa do Marfim e no Gana, é um espaço cultural panafricano instalado no centro de Paris. Aberto no segundo distrito de Paris, este espaço representa, na visão dos seus promotores, “uma rede constituída por Africanos do continente e da diáspora e cujos membros decidiram contribuir, à sua maneira, para o renascimento africano”.

Ele compreende igualmente uma livraria onde estão expostos 406 títulos (romances, ensaios, poesia e contos, entre outros) sobre África e as Caraíbas, e uma casa de edição criada há cinco anos. O seu diretor, Kassi Assemian, explica que os objetivos do Anibwe, aberto em 1978 enquanto lugar de formação e informação sobre a verdadeira história africana, são os de “reconstruir o continente e reescrever a história”.

Por outras palavras, explicou Assemian, a intenção é “permitir aos nossos membros refletir sobre a nossa história e o que podemos fazer para o continente e como transmitir aos nossos irmãos e às nossas crianças esta história travestida pelos conquistadores”. “Este ano, vamos celebrar o cinquentenário das independências africanas, não tal como o fazem os países, mas pela organização de uma homenagem ao Congolês Patrice Lumumba cujo assassinato é igualmente o do processo democrático do Congo.

Lumumba é uma vítima deste processo”, disse o diretor do Anibwe. Esta homenagem, que será organizada na segunda semana de Janeiro de 2011, vai basear-se num colóquio sobre o tema “Kongo, As Mãos Cortadas”, em alusão aos Congoleses que se cortavam as mãos pela simples razão de não oferecer suficiente borracha ao rei belga.

O programa do colóquio prevê igualmente uma peça teatral que leva o mesmo título, publicada por Anibwe e escrita por Rosa Amélia Pluméle, autor da obra intitulada: “A Ferocidade Branca”.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!