Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Punição de “candogueiros” na quadra festiva gerou cerca de 59 mil meticais

O ministro moçambicano da Indústria e Comércio, Armando Inroga, confirmou, esta quinta-feira (03), em Maputo, que durante a quadra festiva houve situações isoladas de especulação de preços em diversos mercados informais. Foram cobradas 59.730 meticais de multas, valor que reverteu a favor do Estado. A cerveja, o frango vivo, os ovos, a batata-reno e a cebola são os produtos cujos preços foram mais especulados.

A inspecção da Indústria e Comércio apreendeu e destruiu vários produtos fora do prazo num valor estimado em 172.992 meticais. Como consequência foi cobrado 389.045 de multas. Os comerciantes das províncias de Manica, Tete e Nampula são os que mais enveredaram por esta prática.

Contudo, Armando Inroga, que fazia o balanço das festividades, considerou que, no geral, a quadra festiva foi caracterizada por uma estabilidade de preços graças à oferta atempada dos stocks. Segundo ele, está em curso o registo dos operadores informais com finalidade de formalizá-los nas áreas em que exercem as suas actividades.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!