Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Província de Manica já produz cevada

A província central de Manica introduziu, a partir deste ano, a cultura da cevada, para a produção de cerveja, tendo sido plantados até ao momento 190 hectares, no distrito de Sussundenga, dos quais se espera colher um total de 380 toneladas. 

A cultura deste cereal, de acordo com o governador provincial, Maurício Vieira, não só serve para o aumento e diversificação da produção como também para o aumento da renda dos camponeses. Maurício Vieira, que falava por ocasião do Dia da Paz, disse ainda que a produção agrícola na província triplicou, nos últimos cinco anos, tendo passado de pouco mais de 460 mil toneladas, em 2004, para mais de 1. 618 mil toneladas no presente ano (2009).

Em consequência do aumento da produção, o índice de comercialização agrícola também conheceu um incremento ao passar das cerca de quatro mil toneladas, em 2004, para 725 mil toneladas no presente ano (2009). Estes feitos, segundo Vieira, foram alcançados graças ao aumento das áreas de cultivo mercê da distribuição, aos camponeses individuais e associações agrícolas, de 976 cabeças de gado para tracção animal e repovoamento. O governador disse que na presente campanha foram semeados 5.400 hectares de trigo, dos quais se espera uma produção de 725 mil toneladas contribuindo, desta forma, para minorar o défice deste cereal que Moçambique regista actualmente.

O governador fez menção aos “sete milhões de Meticais” (fundo de investimento de iniciativa local), destacando que este dinheiro que vem sendo atribuído aos distritos, na sua qualidade de pólos de desenvolvimento, já financiou 2.346 projectos que geraram mais de 6.600 novos postos de trabalho. Graças aos esforços envidados pelo Governo, a província de Manica conta actualmente com 6.887 estabelecimentos comerciais, das quais 533 estão localizados nas zonas urbanas e 6.354 nas zonas rurais.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!